Matuzalem e Zaragoza terão que indenizar Shakhtar

Indenização é de cerca de R$ 33,5 milhões, pelo rompimento do acordo pelo meio-campo brasileiro em 2007

AE, Agência Estado

19 de maio de 2009 | 12h33

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) ordenou que o Real Zaragoza e Matuzalem paguem 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 33,5 milhões) ao Shakhtar Donetsk por conta da transferência do meio-campista brasileiro para o time espanhol em julho de 2007.

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A entidade decidiu pela punição por conta do rompimento unilateral do vínculo de Matuzalem com o Shakhtar. O meio-campista tinha contrato em vigor com o clube ucraniano e a multa rescisória era de 25 milhões de euros (R$ 70 milhões), mas as equipes não chegaram a um acordo.

De acordo com as regras da Fifa, Matuzalem forçou a rescisão, já que ainda tinha contrato por três anos com o Shakhtar. O painel da entidade decidiu pelo pagamento de uma compensação de 6,25 milhões de euros (R$ 17,5 milhões).

O clube ucraniano, insatisfeito com a decisão, entrou com recurso na CAS, quando o Zaragoza ofereceu 2,363 milhões de euros (R$ 7 milhões). Matuzalem ainda tem contrato com o time espanhol, mas defende a Lazio, por empréstimo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.