Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Mauricio Galiotte é reeleito presidente do Palmeiras para mais três anos

Dirigente recebe 60% dos votos dos associados e ganha disputa com antigo vice, Genaro Marino Neto

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de novembro de 2018 | 17h48

Os sócios do Palmeiras reelegeram neste sábado o presidente Mauricio Galiotte. No cargo desde dezembro de 2016, o dirigente toma posse no próximo dia 15 para mais três anos de mandato. Dos 3039 de votantes entre os associados, o mandatário recebeu 1843 votos (cerca de 60%), ante 1176 (39%) para o opositor, Genaro Marino Neto, e mais 20 votos em branco.

A eleição foi realizada das 8h às 17h deste sábado entre adversários que até pouco tempo estavam do mesmo lado. Genaro foi vice de Galiotte até meados deste ano, quando romperam por divergências sobre a participação no clube da empresária Leila Pereira. O presidente do Palmeiras passa agora a ter como vices Paulo Roberto Buosi, Décio Perin, Alexandre Zanotta e José Eduardo Luz Caliari.

O próximo mandato será o primeiro da história do Palmeiras com três anos de duração. Em maio o clube oficializou uma mudança estatutária com aumento no tempo de mandato dos dirigentes de dois para três anos. A proposta foi aprovada pelo Conselho Deliberativo em votação e ratificada meses depois em consulta realizada entre os sócios.

Galiotte chegou ao cargo em 2016 como candidato único, após ter passado os quatro anos anteriores como vice de Paulo Nobre. O atual presidente tem 49 anos, é formado em administração de empresas e é sócio do Palmeiras há quatro anos. Além de comemorar a reeleição, o dirigente pode neste fim de semana ver a equipe se sagrar também campeã brasileira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.