Reuters
Reuters

Maurizio Sarri confirma que meia belga Eden Hazard não vai deixar o Chelsea

"Não posso vender um jogador sem ter a possibilidade de substitui-lo por alguém do mesmo nível", disse o técnico italiano

Estadão Conteúdo

24 Agosto 2018 | 13h46

Há uma semana do fechamento total da janela de transferências internacionais na Europa, um nome muito especulado no mercado é o de Eden Hazard. O meia belga, que conquistou o terceiro lugar da Copa do Mundo da Rússia com a sua seleção nacional, está na vitrine e pode deixar o Chelsea para jogar no Real Madrid. Mas não é isso que vai acontecer neste verão europeu de acordo com o treinador da equipe da Inglaterra, o italiano Maurizio Sarri.

"Não posso vender um jogador sem ter a possibilidade de substitui-lo por alguém do mesmo nível. Portanto, acredito que Eden ficará conosco durante toda a temporada", afirmou o técnico em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, para falar de suas expectativas para a partida deste domingo contra o Newcastle, fora de casa, pela terceira rodada do Campeonato Inglês.

Por causa do Mundial da Rússia, encerrado no dia 15 de julho, Hazard teve um período maior de férias e voltou a treinar poucos dias antes do início da temporada. Assim, o belga ficou no banco de reservas e entrou no segundo tempo nas duas primeiras rodadas - vitórias sobre Huddersfield Town e Arsenal.

Maurizio Sarri comentou nesta sexta-feira que ainda não se decidiu se será neste domingo que Hazard será titular pela primeira vez na temporada. "Acho que Eden poderá jogar 50 ou 60 minutos. Não sei se o jogo inteiro, mas pode ser titular. Estou muito contente com ele e fico feliz por ele querer jogar. No entanto, é preciso pensar em toda a equipe", disse o italiano.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.