Mauro Galvão estréia no Vasco e pede calma

Na estréia do ex-zagueiro Mauro Galvão no comando do time, os jogadores do Vasco querem vencer o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 21h40, no Mineirão, para, além de presentear o novo técnico, amenizar a crise em São Januário. A equipe ocupa apenas a 19ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos em 18 jogos e a má situação provocou o afastamento de Antônio Lopes, na segunda-feira. Mauro Galvão não escondeu sua preocupação por estrear contra o Cruzeiro, ?uma equipe forte tecnicamente e bem treinada". Por isso, o técnico optou por escalar o Vasco com três volantes: Bruno Lazaroni, Da Silva e Rodrigo Souto. Ao falar com os jogadores, nesta terça-feira, Mauro Galvão atentou para o descontrole vascaíno quando o time sofre um gol. Lembrou que a equipe tem feito boas atuações, mas que o nervosismo tem sido o principal fator de desequilíbrio da equipe, proporcionando aos adversários a possibilidade de vencer. ?Precisamos pensar melhor as jogadas. Estamos facilitando para o adversário, por causa de nossa intranqüilidade." O meia Marcelinho Carioca frisou que o Vasco precisa recuperar a alegria. Para ele, os jogadores têm de acreditar na vitória e que possuem condições de obtê-la. ?Não importa se os outros acham que temos ou não condições de ganhar. Nós é que devemos acreditar na possibilidade de vencer."

Agencia Estado,

15 de julho de 2003 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.