Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Maxi López marca no fim, Vasco empata com Juazeirense e avança na Copa do Brasil

Cruzmaltino sofre, mas se classifica para a segunda fase com empate por 2 a 2, em Juazeiro

Redação, Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2019 | 00h14

O Vasco sofreu, mas conseguiu carimbar sua classificação para a segunda fase da Copa do Brasil ao buscar um empate por 2 a 2 diante do Juazeirense, na noite desta quarta-feira, no Estádio Adauto Moraes. O gol que confirmou a vaga na cidade de Juazeiro veio aos 45 minutos do segundo tempo, com Maxi López, de pênalti.

Com o resultado, o Vasco aguarda o confronto entre Serra e Remo para saber seu adversário na próxima fase. Antes de atuar novamente pela Copa do Brasil, no entanto, o time cruzmaltino disputa a semifinal da Taça Guanabara contra o Resende, domingo, no Maracanã.

O Juazeirense não entrou em campo apenas para assistir ao Vasco jogar. O clube baiano fez páreo duro e chegou a estar melhor em grande parte do primeiro tempo. E o cartão de boas-vindas veio logo aos quatro minutos. Hugo invadiu a área e chutou para um milagre do goleiro Fernando Miguel.

Mas o Vasco contou com o talento de seus jogadores para abrir o placar aos 12 minutos. Bruno César acionou Marrony pela direita. O meia cruzou para Máxi Lopez. O atacante foi travado durante o chute, mas teve tempo para rolar a bola para Yan Sasse, que mandou para o fundo das redes.

Após o gol, o jogo ficou aberto. Yan Sasse tentou fazer o segundo, mas parou no goleiro Douglas. O Juazeirense assustou com Gustavo Baloteli. O atacante recebeu dentro na área e cabeceou para mais uma boa defesa de Fernando Miguel.

O Juazeirense voltou para o segundo tempo pronto para surpreender o Vasco. Logo aos cinco minutos, Gustavo Baloteli recebeu pelo lado esquerdo, deixou Cáceres para trás, invadiu a área e chutou para deixar tudo igual. Depois do gol, faltou luz no Adauto Moraes e a partida ficou paralisada por aproximadamente 25 minutos.

Com a bola voltando a rolar, o Juazeirense foi para o ataque e o árbitro viu pênalti de Leandro Castán em cima de Balotelli. Nino Henrique foi para a cobrança e marcou o segundo do clube baiano, aos 32. Quando o duelo parecia definido, o Vasco encontrou força para empatar. Aos 45, Maxi López, também de pênalti, deu a classificação ao clube carioca.

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE 2 X 2 VASCO

JUAZEIRENSE - Douglas Pires; Ewerton (Maicon), Emílio, Emerson e Wallace; Waguinho, Patrik Kaway e Rogerinho (Kattê); Hugo Freitas (Jacó), Nino Guerreiro e Gustavo Balotelli. Técnico: Aroldo Moreira.

VASCO - Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Andrey (Ribamar), Lucas Mineiro e Bruno César (Thiago Galhardo); Marrony, Maxi López e Yan Sasse (Yago Pikachu). Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Yan Sasse, aos 12 minutos do primeiro tempo. Gustavo Balotelli, aos cinco, Nino Guerreiro, aos 32, e Maxi López, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

CARTÕES AMARELOS - Emílio e Gustavo Balotelli (Juazeirense); Bruno César (Vasco).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA).

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilVascoMaxi López

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.