Maxi Rodríguez deixa o Grêmio e reforça o Peñarol na Libertadores

O Peñarol decidiu apostar em reforços vindos do Rio Grande do Sul para buscar o hexacampeonato da Copa Libertadores. Após acertar a contratação do volante Nico Freitas, que estava no Internacional, o clube uruguaio anunciou neste domingo a chegada do meia Maxi Rodríguez, do Grêmio.

Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2016 | 13h25

Meia uruguaio de 25 anos, Maxi chegou ao Grêmio em 2013 depois de se destacar pelo Wanderers, de Montevidéu. Reserva de luxo, foi emprestado para jogar a Série B de 2014 pelo Vasco e disputou a Libertadores do ano passado pela Universidad de Chile. No segundo semestre, foi pouco aproveitado pelo técnico Roger Machado, tendo começado jogando só uma partida do Brasileirão.

Buscando o hexa, o Peñarol vem forte para a Libertadores. O clube tem Pablo Forlán, Guilhermo Rodríguez (ex-Torino), Martín Luque (ex-Inter de Porto Alegre), Marcelo Zalayeta (ex-Juventus, com 37 anos) e o lateral-esquerdo brasileiro Diogo, formado no São Paulo.

Na Libertadores, o Peñarol está no Grupo 4, com Atlético Nacional de Medellín, Sporting Cristal do Peru e o vencedor do duelo entre Huracán (Argentina) e Caracas (Venezuela) pela Pré-Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.