JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Maycon pode ficar e Corinthians deve anunciar Matheus e Marllon

Volante ainda aguarda proposta do Shakhtar e reforços estão chegando

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2018 | 20h10

O Corinthians deve anunciar até o começo da semana que vem as contratações do zagueiro Marllon, da Ponte Preta, e do atacante Matheus, do ABC, e pode ter o volante Maycon como "reforço inesperado" após dar a saída do jogador como praticamente certa.

+ Ex-Corinthians, Arana é relacionado e pode estrear pelo Sevilla

O clube acertou a venda de Maycon ao Shakhtar Donetsk, por 6 milhões de euros (R$ 24,1 milhões), e ficou definido que era só os ucranianos mandaram o documento oficializando a oferta que a negociação seria concretizada. Porém, já se passou mais de uma semana e os ucranianos não deram retorno.

A janela de transferências da Ucrânia ficará aberta até o dia 2 de março. A desconfiança no clube é que o Shakhtar Donetsk deixou Maycon de "stand-by" e que o alvo é outro jogador. Caso a negociação não evolua, aí irá acertar a compra do corintiano. Enquanto isso, Maycon treina normalmente e tem sido testado como lateral-esquerdo.

Quanto a Marllon, o zagueiro de 25 anos até já faz atividades físicas no CT Joaquim Grava, em São Paulo, mas ainda finaliza os exames médicos para assinar contrato de quatro temporadas. O Corinthians pagará R$ 1 milhão por 50% dos direitos econômicos do atleta, que pertenciam ao Cianorte-PR.

Já Matheus, de 19 anos, na última quinta-feira deixou Natal para passar por exames médicos em São Paulo e também firmar o acordo de cinco anos. "Ele é um menino que começou a carreira há pouco. É uma aposta como fizemos já com o Paulinho e Ralf. A ideia é montar um time por trás do já existente e preparar esses meninos", disse o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.