Mazinho marca três, Oeste vence outra e afunda o Guarani na Série B do Brasileiro

Time venceu quatro dos últimos cinco jogos e subiu para a 5ª colocação com 47 pontos

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2017 | 18h54

A briga do Guarani na Série B do Campeonato Brasileiro será definitivamente contra o rebaixamento. O time de Campinas (SP) aumentou a série de resultados ruins para seis jogos ao ser derrotado pelo Oeste por 3 a 0, com três gols do atacante Mazinho, ex-Palmeiras, na Arena Barueri, em Barueri, na Grande São Paulo, e ficou ainda mais perto da degola. O duelo foi válido pela 28.ª rodada.

+ Criciúma confirma boa fase na Série B e ganha do Londrina de virada por 2 a 1

O Guarani tem apenas uma vitória nos últimos 14 jogos e despencou para o 15.º lugar com 34 pontos, muito perto da zona da degola. O Oeste, por outro lado, não perde há oito partidas e até já sonha com o acesso, com 47 pontos, em quinto lugar.

Antes da bola rolar, uma ação feita pela diretoria do Oeste chamou a atenção. O time mandante distribuiu 500 gramas de arroz e 500 gramas de feijão para os torcedores que foram até a Arena Barueri. Quando a partida começou, não teve a mesma compaixão e foi para cima do Guarani, encontrando certa dificuldade para superar as duas linhas de marcação da defesa campineira.

Com paciência, porém, o time da casa encontrou espaço pela direita e abriu o placar aos 14 minutos. Depois de cruzamento de Daniel Borges, Vagner deu um leve desvio, mas não conseguiu fazer o corte. Mazinho apareceu na segunda trave e completou de perna esquerda para o fundo do gol.

A reação do visitante foi praticamente nula depois do gol. Eles não conseguiram encurralar o Oeste e demoraram a levar perigo. Bruno Nazário tentou de fora da área, mas mandou por cima. De resto foi uma troca de passes sem objetivo e que terminava com um cruzamento sem direção procurando o centroavante Eliandro.

Antes do intervalo, porém, o time visitante assustou novamente em jogada de bola parada. Depois de cobrança de escanteio, Paulinho ajeitou para o meio da área e Eliandro desviou, obrigando o goleiro Rodolfo a fazer uma boa defesa.

Logo no começo da segunda etapa, apesar da tentativa de ofensividade do Guarani com a entrada de Rafael Silva, foi o Oeste quem balançou as redes. Mazinho puxou contra-ataque e acionou Raphael Luz. O meia invadiu a área em velocidade e acabou derrubado por Vágner: pênalti. Na cobrança, Mazinho não deu chances para o camisa 1 bugrino e marcou: 2 a 0.

O Guarani teve que correr atrás do prejuízo e fez uma pequena blitz logo depois de tomar o segundo gol para tentar reagir. Denner arriscou de fora da área e carimbou o travessão. Logo em seguida, Paulinho finalizou cruzado e obrigou Rodolfo a fazer boa defesa.

Apesar do crescimento bugrino, o Oeste fez o terceiro. Em outro contra-ataque, Mazinho aproveitou falha de Lenon, que não conseguiu dominar a bola que sobrou para o meia. Ele finalizou firme, sem chances de defesa para Vagner. Agora com 13 gols, lidera a artilharia da Série B, um na frente de Henan, do Figueirense.

Pela 29.ª rodada, os dois times voltam a campo no próximo sábado, às 19 horas. O Oeste faz confronto direto contra o Ceará, novamente na Arena Barueri, em Barueri (SP), enquanto que o Guarani visita o Náutico, no estádio Lacerdão, em Caruaru (PE).

FICHA TÉCNICA:

OESTE 3 x 0 GUARANI

OESTE - Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Willian Cordeiro; Lídio, Betinho (Pedrinho), Danielzinho e Raphael Luz (Wilson Mathias); Mazinho e Gabriel Vasconcelos (Robert). Técnico: Roberto Cavalo.

GUARANI - Vagner; Lenon, Éwerton Páscoa, Diego Jussani e Kevin; Baraka, Evandro (Fumagalli), Denner (Caíque) e Bruno Nazário; Paulinho e Eliandro (Rafael Silva). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Mazinho, aos 14 minutos do primeiro tempo; Mazinho, aos 6 (pênalti) e aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Vagner e Bruno Nazário (Guarani).

ÁRBITRO - Vinícius Furlan (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Mais conteúdo sobre:
Série BGuarani Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.