AP Photo/Jean-Francois Badias
AP Photo/Jean-Francois Badias

Mbappé brilha em empolgante empate do campeão PSG na casa do Strasbourg pelo Francês

Partida eletrizante termina empatada em 3 a 3 e mostra craque francês empenhado na reta final da temporada pelo clube parisiense

Redação, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2022 | 18h12

Um dia após ser "confirmado" para a próxima temporada no Paris Saint-Germain pelo técnico Maurício Pochettino, Mbappé mostrou que ainda está muito ligado no Campeonato Francês. Principal jogador na campanha da conquista antecipada, o atacante brilhou em um elétrico empate por 3 a 3 em visita ao Strasbourg, nesta sexta-feira, no Estádio La Meinal.

Mbappé foi o nome do PSG no duro jogo. Depois de o campeão sair em desvantagem com gol logo aos três minutos, de Gameiro, os torcedores franceses viram mais uma apresentação de gala de menino prodígio. Foram dois gols e uma assistência para aumentar ainda mais as marcas da melhor temporada pelo clube.

Em 32 partidas disputadas no Francês, Mbappé subiu para 23 gols e é o artilheiro absoluto do PSG. Também colocou mais uma assistência para a conta. O passe para Hakimi fazer 2 a 1 foi o 14° preciso para um companheiro anotar.

Nos últimos 10 jogos, Mbappé tem impressionante marca de 1,2 gol por aparição. Balançou as redes 12 vezes e ainda distribuiu sete assistências. É o líder do time nos dois quesitos, mostrando-se imprescindível mesmo com Messi e Neymar a seu lado. O brasileiro foi quem o serviu no gol de empate. Belo passe entre os marcadores e toque para desviar do goleiro.

Hakimi virou e, no segundo tempo, Mbappé novamente não desperdiçou. O terceiro gol foi um presente do defensor, que tentou recuar para o goleiro de longe e serviu o francês. O camisa 7 arrancou e bateu no canto, sugerindo que o resultado estava definido com 20 minutos para o apito final.

Contudo, os mandantes não desistiram e reagiram na reta final para carimbar a faixa do campeão. Verratti anotou contra, o PSG não soube segurar a vantagem e viu o bravo Strasbourg buscar uma igualdade improvável de 3 a 3 nos acréscimos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.