REUTERS/Benoit Tessier
REUTERS/Benoit Tessier

Mbappé causa confusão ao provocar goleiro do Metz, mas PSG vence com gol nos acréscimos

Hakimi faz os dois gols da equipe parisiense, que pode ampliar vantagem na liderança do Campeonato Francês

Redação, Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2021 | 19h23

A sétima vitória seguida do Paris Saint-Germain no Campeonato Francês, na casa do Metz, foi marcada por provocação de Mbappé, expulsões, técnico chamando árbitro para briga, confusão no fim e gol decisivo apenas nos acréscimos. O triunfo por 2 a 1 veio apenas aos 49 minutos, com Neymar servindo o lateral Hakimi.

O resultado fora de casa acabou merecido para um PSG que jogou o tempo todo no ataque e, mesmo sem Messi, com dores no joelho, passou grande parte do duelo buscando o gol de Alexandre Oukidja. Foram 76% de posse dos visitantes. O goleiro do Metz acabou sendo alvo das polêmicas da partida, em dois lances envolvendo o atacante Mbappé.

Num lance de Fair Play, quando o resultado marcava 1 a 1, gols de Icardi logo com 4 minutos e de Kouyaté, aos 38, o atacante exagerou na força ao tentar devolver a bola ao goleiro e quase marcou um golaço por cobertura. Oukidja fez milagre e ficou muito bravo com a jogada, batendo boca com Mbappé. Gritou muito e irritou o rival.

Voltariam a se "enfrentar" no lance final. Antes, porém, outra polêmica no jogo. Aos 47 do segundo tempo, Dylan Broon acabou expulso por acúmulo de cartões. O técnico Frederic Antonetti reclamou bastante e também acabou levando o vermelho. Indignado, cerrou os punhos e chamou o árbitro para a porrada.

A partida retornou com mais três minutos para a bola rolar. Tempo suficiente para Neymar tocar para Hakimi definir a suada vitória do PSG, no último lance. O brasileiro, entusiasmado, pulou no colo do lateral e os companheiros comemoravam na bandeirinha de escanteio.

Mbappé atravessava o campo para participar da festa e, ao passar pela área, falou algo que irritou um caído Oukidja. O goleiro levantou-se rapidamente e correu atrás do atacante. Neymar defendeu o companheiro empurrando o jogador do Metz. Ambos levaram amarelo, mas a festa foi mesmo do PSG, agora com 21 pontos e sobrando na liderança.

O Lyon contou com ajuda brasileira para fazer 3 a 1 no Troyes, de virada. Chavalerin fez 1 a 0, Shaqiri empatou e Emerson e Lucas Paquetá definiram o bom resultado. Em outros jogos, Montpellier e Bordeaux ficaram no 3 a 3, o Rennes goleou o Foot Clermont por 6 a 0, Angers e Olympique de Marselha não saíram do 0 a 0 e o campeão Lille fez 2 a 1 no Reims.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.