Christophe Simon / AFP
Christophe Simon / AFP

Mbappé desdenha do prêmio de melhor do mundo: 'Não poderia me importar menos'

Atacante diz estar focado em conquistar a Copa do Mundo com a seleção francesa

Estadão Conteúdo

11 Julho 2018 | 09h26

Kylian Mbappé fez pouco caso da possibilidade de ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, prêmio anual promovido pela entidade. O atacante é destaque da seleção francesa, que derrotou a Bélgica por 1 a 0 nesta terça-feira, em São Petersburgo, pela semifinal da Copa do Mundo disputada na Rússia.

+ Courtois e Hazard atacam 'antijogo' francês: 'Preferia ter perdido para o Brasil'

+ Umtiti repete trajetória de Thuram com gol em semifinal de Copa

"Não poderia me importar menos com esse assunto", disse o jogador de 19 anos após a partida contra a Bélgica, em entrevista à emissora francesa TF1. "Eu quero a Copa do Mundo. Quero dormir com isso", completou Mbappé, que marcou três gols no torneio, em seis partidas.

A França se classificou para disputar a decisão do Mundial, que vai acontecer ao meio-dia (de Brasília) deste domingo, no Estádio Luzhniki, em Moscou. O adversário será o vencedor da partida desta quarta-feira, entre Inglaterra e Croácia, no mesmo local, marcada para as 15 horas (de Brasília).

Revelado pelo Monaco, onde foi campeão francês, Mbappé foi contratado por empréstimo na última temporada, em manobra do Paris Saint-Germain para não ferir o regulamento de Fair Play Financeiro da Uefa. Acertada em agosto de 2017 para valer um ano depois, a transferência em definitivo foi firmada em 180 milhões de euros (cerca de R$ 668 milhões na cotação da época).

 

Ao lado de Neymar no PSG, Mbappé disputou 44 jogos na última temporada e fez 21 gols. O jogador conquistou os títulos do Campeonato Francês, da Copa da França e da Copa da Liga da França pelo clube de Paris.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.