Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Mbappé é relacionado para jogo decisivo do PSG contra Real Madrid após dar susto em treino

Atacante francês sofreu pisão e deixou atividade com dores às vésperas de confronto pelas oitavas da Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

08 de março de 2022 | 10h25

Depois de dar um susto no Paris Saint-Germain e na torcida, Kylian Mbappé foi incluído na lista de relacionados do time francês para o decisivo confronto com o Real Madrid nesta quarta-feira, pela partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. O jogo será disputado no estádio Santiago Bernabéu, na capital espanhola.

O atacante assustou a torcida ao levar um pisão de Gueye no pé esquerdo numa disputa de bola e precisou deixar o treino logo em seguida, com dores, na segunda-feira. O jogador de 23 anos foi submetido a exames no mesmo dia e o clube descartou qualquer lesão mais grave. "O exame clínico é tranquilizador e uma nova avaliação será feita em 24 horas", anunciou o PSG, na noite de segunda.

Sem maiores problemas, o principal jogador do PSG na atual temporada europeia embarcou normalmente com os companheiros para Madrid, que farão o treino de reconhecimento do gramado nesta terça-feira.

Mbappé se tornou a figura mais importante do time na atual temporada europeia. Ele soma 19 gols no Campeonato Francês e cinco na Liga dos Campeões. Um deles foi o gol da vitória sobre o Real, por 1 a 0, no jogo de ida, no mês passado, no Parque dos Príncipes.

Cada vez mais decisivo, o francês vem ofuscando até mesmo Lionel Messi e Neymar, que voltou recentemente ao time após lesão. No fim de semana, Mbappé foi desfalque por suspensão e fez falta ao ataque parisiense. Sem ele, o PSG foi batido pelo Nice por 1 a 0, na terceira derrota da equipe na competição.

Messi, Neymar e Marquinhos estão confirmados na lista de relacionados para o jogo desta quarta. Desfalque certo é o zagueiro Sergio Ramos, que se tornou reconhecido mundialmente com a camisa do Real. Mesmo lesionado, ele viajou com o grupo para a partida no estádio que conhece como poucos.

"O Sergio me pediu para viajar, disse que queria estar junto com o grupo, é um jogador que fez praticamente toda a sua carreira no Real Madrid. Foram 17 anos, foi capitão, ganhou muito ali", disse o técnico do PSG, Mauricio Pochettino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.