Zoológico de Beauval
Zoológico de Beauval

Mbappé será padrinho de bebê panda que nasceu em zoológico francês

Além do atacante do PSG, chinesa Zhang Jiaqi, ouro nos Jogos de Tóquio, foi escolhida para ser madrinha do outro filhote

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2021 | 07h15

O zoológico de Beauval, na França, divulgou nesta quarta-feira que Kylian Mbappé, atacante do Paris Saint-Germain, aceitou ser padrinho de um dos bebês panda que nasceu no dia 2 de agosto no local. O outro terá como madrinha Zhang Jiaqi, chinesa que conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, nos saltos ornamentais, na prova de plataforma 10m sincronizado ao lado de Chen Yuxi. 

"O compromisso deles destaca o tamanho da importância de proteger espécies ameaçadas e da proteção da biodiversidade", disse Delphine Delord, diretor do Zoológico de Beauval, em entrevista à AFP.

Mbappé e Zhang Jiaqi estarão presentes na Cerimônia de Nome, que acontece no dia 18 de novembro, quando serão revelados os nomes chineses dos gêmeos pandas. 

A primeira-dama da China geralmente escolhe os nomes dos pandas. Mas, nesta ocasião, o público poderá, pela primeira vez, decidir a partir de uma lista de 10 nomes escolhidos pela Associação Chinesa de Zoológicos. É possível votar em Anfu e Anqi; Yuandudu e Huanlili; Huanxi e Huanle; Huanxin e Huanyan ou Hehuan e Yuanying.

No momento, as duas fêmeas, que pesam mais de quatro quilos, "ficam com os olhos bem abertos" e "começam a se mexer", segundo o zoológico, são chamadas de "Pequena Neve" e "Flor do Algodão", nomes provisórios escolhidos pelos funcionários do Beauval.

Em dezembro de 2017, a primeira-dama francesa, Brigitte Macron, batizou o irmão mais velho dos gêmeos Yuan Meng. Os pais são Huan Huan e Yuan Zi, um casal de pandas que a China emprestou em 2012 por dez anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.