Medalhista do Pan como técnico de hóquei substitui Milito no Independiente

Ariel Holan conquistou o bronze no Pan de 2003

Estadão Conteúdo

30 de dezembro de 2016 | 18h52

O novo técnico do Independiente, tradicional equipe de Avellaneda, na Argentina, tem um feito curioso em seu currículo. Ariel Holan, de 56 anos, tem como maior feito da carreira a conquista da medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003. À época, ele comandava o time feminino de hóquei sobre a grama do Uruguai.

Na Argentina, o hóquei é um dos esportes mais populares entre as mulheres, com a seleção tendo chegado ao pódio de quatro edições seguidas dos Jogos Olímpicos, entre 2000 e 2012. Hollan notabilizou-se como treinador nesta modalidade, treinando diversas equipes locais.

Depois da medalha no Pan, começou a trabalhar também com futebol. Foi assistente e treinador de equipes de base até assumir como técnico do Defensa y Justicia, em 2015. Nesta sexta, foi apresentado como novo comandante do Independiente.

Ele vai substituir o ex-zagueiro Gabriel Milito, ídolo do clube, que pediu demissão há duas semanas, deixando o Independiente na oitava colocação do Campeonato Argentino. A estreia de Hollan será em 20 de janeiro, contra o Atlético Tucumán, em um torneio amistoso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.