Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Média de gols do Brasileirão é a menor dos últimos 23 anos

No total, 860 gols são marcados nos 380 jogos do campeonato - 2,26 gols por partida, contra 2,22 registrada na edição de 1991

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2014 | 09h21

O ano marcado pela Copa do Mundo no Brasil não deixará boas lembranças em relação à quantidade de gols no Campeonato Brasileiro. A média é a menor dos últimos 23 anos - 860 gols foram marcados nos 380 jogos do torneio (2,26 gols por partida, contra 2,22 registrada em 1991). O Brasileirão 2014 ocupa apenas a 32.ª posição entre 44 edições da maior competição do País.

As rodadas 11 e 30 foram as mais escassas: 15 gols foram marcados nas dez partidas disputadas. A média é a segunda pior desde 2003, quando o sistema de pontos corridos foi implantado pela CBF - igual à marca registrada na 16.ª rodada da edição de 2010. A 23.ª rodada do ano passado, por sua vez, teve apenas 14 gols. A maior média deu-se nas rodadas 23 e 37, com 30 gol - 3,00 por confronto. No total, 32 confrontos terminaram empatados sem gols - um 0 a 0 a cada 12 jogos do campeonato. Somente 14 rodadas não apresentaram o placar.

Das 20 equipes do Brasileirão 2014, oito não conseguiram ultrapassar a média de um gol por partida. O Criciúma, último colocado, fechou sua participação com o pior ataque do campeonato: 28 gols. Botafogo (31), Bahia (31), Palmeiras (34), Sport (36), Grêmio (36), Vitória (37), Figueirense (37) completam a lista. O bicampeão Cruzeiro marcou 67 gols no Brasileirão, ocupando também a primeira posição no quesito.


HISTÓRIA

O Brasileirão atingiu o ápice de gols em 2005. Na ocasião, 1.448 gols foram marcados em 462 jogos, média de 3,13, a melhor desde 1971. Desde então, a tendência é de queda. Em 2011, por exemplo, 1.017 bolas acabaram na rede. O número caiu a 940 no ano seguinte. Em 2013, 936 gols foram marcados nos 380 jogos.

A pior média de gols da história do Brasileirão foi registrada em 1971, logo na primeira edição do campeonato: 1,83. Naquele ano, 419 gols foram marcados nos 229 jogos disputados. A década de 1970 contribui pouco para a média histórica do campeonato, de 2,48 gols por confronto - 40.705 gols em 16.392 partidas. As edições de 1972, 1973, 1974, 1975 e 1978, por exemplo, registram números piores que os atuais. O inverso ocorreu entre 1997 e 2003. No período, as bolas na rede se tornaram a marca dos campeonatos, sempre com média superior a 2,76.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.