Medial Saúde é a nova patrocinadora do Corinthians

Empresa no ramo de assistência médica pagará de R$ 16,5 milhões por um ano, com opção de renovação

20 Dezembro 2007 | 17h36

Durou apenas um dia a falta de um patrocinador oficial para a camisa do Corinthians. Nesta quinta-feira a diretoria anunciou o acordo de um ano com a Medial Saúde, empresa de assistência médica, no valor de  R$ 16,5 milhões, com possibilidade de renovação automática de acordo com o desempenho do clube, que disputará, em 2008, o Paulistão, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série B. Este valor representa R$ 1 milhão a mais do que a equipe recebia de sua antiga parceira, a Samsung. Veja também:  Palmeiras fecha patrocínio de R$ 21 milhões com a Fiat Andrés Sanchez promete mais reforços para o Corinthians   Presidente Lula encomenda kit do Corinthians "Queremos uma relação de longo prazo com a Medial. Quem a conhece, sabe que é uma marca altamente inegociável dentro do que ela faz. Existe uma série de programas que podemos fazer juntos. Uns de caráter financeiro e outro social. O contrato prevê cláusulas de renovação, mas sem imposições. É por desejo voluntário que continuaremos unidos", disse o diretor de marketing do clube, Luiz Paulo Rosenberg.Curiosamente, a logomarca da Medial, que é verde, passará a ser preta e branca em todo o Brasil, como forma de mostrar a união entre a empresa e o clube paulistano. A idéia foi confirmada pelo presidente da empresa, Luiz Kauffman, que esteve presente na entrevista coletiva. "Para nós é motivo de orgulho associar a marca Medial Saúde a um esporte que é a paixão do brasileiro. Temos certeza de ter iniciado uma parceria de sucesso e que nos trará resultados muito positivos, pois nada melhor do que apoiar um esporte que alia  saúde e entretenimento", destaca o CEO da Medial Saúde. Esta não será a primeira vez que a Medial Saúde estampará sua logomarca numa camisa, já que foi patrocinadora oficial do Guarani no começo deste século. Na época, o clube campineiro recebia R$ 100 mil por mês, além de um seguro de saúde no valor de R$ 30 mil e assistência médica aos seus atletas. SamsungA empresa sul-coreana tinha contrato com o Corinthians até o final de 2008, mas a diretoria do clube alvinegro optou pela quebra do contrato por causa de uma cláusula que previa a redução do patrocínio em 50% caso o clube caísse para a Série B do Campeonato Brasileiro, o que aconteceu nesta temporada. Durante a apresentação da nova patrocinadora, o diretor de marketing do Corinthians não quis entrar em detalhes sobre a quebra do contrato. "A divergência foi tal [entre Corinthians e Samsung] que chegamos a um acordo para seguirmos caminhos distintos. Com isso, o Corinthians escutou novas propostas e posso adiantar que várias empresas se manifestaram. Analisamos cada uma das propostas; o tempo foi curto, mas despontou uma como sendo a nossa cara", disse Rosenberg, que concluiu. "A Medial é uma empresa de saúde, a primeira de capital aberto no setor, e isto é muito bom para a nova cara do Corinthians, que é de total transparência."Atualizado às 18h25 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.