Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Médico afirma que Biro Biro está bem, mas precisa ser reavaliado

Cardiologista Eduardo Saad aponta que ainda é cedo para apontar as causas do mal-estar sofrido pelo atacante no treino

Redação, Estadão Conteúdo

16 de julho de 2019 | 23h10

Médico responsável por atender o atacante Biro Biro, o cardiologista Eduardo Saad afirmou nesta terça-feira que o jogador do Botafogo está bem, mas ainda é cedo para apontar as causas do mal-estar sofrido por ele durante o treino realizado no período da tarde. O jogador chegou a perder a consciência num dos gramados anexos do Engenhão.

"Ele está muito bem, acordado, estável, conversando, com pressão boa, absolutamente normal", afirmou o especialista, que evitou entrar em detalhes técnicos sobre a situação clínica do atleta. Segundo ele, o jogador precisará passar por exames e testes nas próximas horas. "Não temos certeza ainda do que ocorreu."

Recém-contratado pelo Botafogo, o atacante de 24 anos caiu desacordado no gramado e, após ser amparado pelos seus companheiros, foi reanimado nos vestiários do local durante socorro de emergência feito pelo cardiologista do clube, Eduardo Amorim.

Biro Biro tem histórico de problema cardíaco. No ano passado, ele precisou passar por um procedimento médico, chamado de ablação, para corrigir uma arritmia cardíaca, detectada no período em que ele estava atuando no futebol chinês. Este tipo de cirurgia, a qual ele foi submetido no Rio de Janeiro, é realizada por meio de cateteres, sem a necessidade de abertura do tórax para acesso ao coração, possibilitando uma rápida recuperação.

Na ocasião, foi o próprio Eduardo Saad o responsável pelo procedimento. "Ele tem histórico de ter feito no ano passado tratamento de uma arritmia benigna, nenhuma arritmia que pudesse causar morte súbita para ele ou algo que se aproximasse disso. Foi liberado para jogar, tinha exames periódicos em vários clubes diferentes, na China e no Brasil", garantiu o cardiologista.

Cauteloso, o médico afirmou que ainda é cedo para fazer uma diagnóstico completo sobre a situação clínica do jogador. E que isso impede qualquer avaliação sobre o futuro do atleta no futebol.

"Não temos ideia exatamente do que causou esse mal-estar hoje. É precipitado dizer que aconteceu A, B ou C diagnósticos. Temos que reinvestigar. Nos exames recentes, ele não tinha nada de maligno no coração. Isso pode mudar? Pode. A gente precisava reavaliar, mas ainda é muito cedo para falar alguma coisa", declarou Saad.

Biro Biro foi contratado pelo Botafogo por empréstimo junto ao Nova Iguaçu e foi oficializado como reforço botafoguense apenas na semana passada, embora já estivesse treinando com o elenco alvinegro desde o último dia 1º. Antes disso, ele esteve no São Paulo, no qual foi pouco aproveitado, no primeiro semestre do ano, após passar uma temporada no Shanghai Shenxin, da China.

O atleta não participa de uma partida oficial desde o dia 24 de fevereiro, quando disputou um dos apenas dois jogos que fez pelo São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Fernando Torres se despede do futebol no Japão em jogo contra Iniesta e Villa
  • Torcedores do PSG não querem mais Neymar em Paris
  • Merecido! Sampaio Basquete conquista o bicampeonato da LBF
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.