Gregorio Borgia/AP Photo
Gregorio Borgia/AP Photo

Médico da seleção da Dinamarca diz que Kvist tem pequena chance de voltar à Copa

'É só uma especulação, agora temos de ver o que vai acontecer nos próximos dias', afirmou Thoger Krogh

Estadão Conteúdo

18 Junho 2018 | 07h26

O médico da seleção dinamarquesa, Thoger Krogh, não descarta o retorno do meio-campista William Kvist para a disputa da Copa do Mundo. O corte do atleta foi anunciado no domingo, por causa de duas fraturas nas costelas e um pulmão perfurado após choque com o peruano Jefferson Farfán, na vitória da Dinamarca sobre o Peru por 1 a 0, no sábado, em Saransk.

+ Com fratura, meia dinamarquês Kvist é 1º jogador cortado durante a Copa da Rússia

+ Após derrota na estreia, Gareca busca acertar pontaria da seleção peruana

+ Portugal estuda duas opções para parceria com Cristiano Ronaldo

"Há essa possibilidade", disse o médico nesta segunda-feira ao canal de TV dinamarquesa DR. "Há muito tempo antes de uma possível final de Copa. Nunca diga nunca. É só uma especulação, agora temos de ver o que vai acontecer nos próximos dias", projetou Krogh, que fez menção à decisão do Mundial, no dia 15 de julho, no Estádio Luzhniki, em Moscou.

Pelo Facebook, Kvist informou que vai viajar à Dinamarca nesta segunda-feira e que mantém viva a esperança de retornar à Rússia para disputar o torneio. "A Copa é longa e, se conseguirmos ir longe na competição, então a pequena possibilidade de que eu possa desempenhar um papel deve pelo menos ser investigada. Mas descobriremos isso em breve", escreveu o meio-campista.

 

Depois da vitória sobre o Peru, a Dinamarca vai jogar contra a Austrália, às 9 horas (de Brasília) desta quinta-feira, em Samara. A última partida dos dinamarqueses no Grupo C vai ser contra a França, às 11 horas (de Brasília) do dia 26, no Estádio Luzhniki, em Moscou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.