Médico deixa caso Rooney e pede demissão do Manchester

O médico inglês Mike Stone, principal responsável pelo tratamento do atacante Wayne Rooney, se demitiu do Manchester United e abandonou o caso, segundo anunciou o clube nesta quarta-feira. O assistente Tony Gill vai cuidar do caso que atrai a atenção de toda a Inglaterra, às vésperas da Copa do Mundo. O Manchester disse, no entanto, que a saída de Stone não tem nada a ver com a recuperação de Rooney ou de qualquer outro jogador da equipe, que tem 12 jogadores inscritos na Copa, por oito seleções diferentes. "Houve uma diferença de opiniões num assunto que não está relacionado com o futebol ou com assuntos médicos", declarou o clube em comunicado oficial. Rooney fraturou um osso do pé direito durante um jogo do Manchester contra o Chelsea, pelo Campeonato Inglês, depois de ser atingido pelo lateral português Paulo Ferreira. Enquanto o técnico da seleção, Sven Goran Eriksson, disse que vai esperar até o fim para tê-lo na Copa, mesmo que somente nas fases de mata-mata, o treinador do Manchester, Alex Ferguson, disse que não aceitaria liberar o jogador se ele não estivesse completamente recuperado. Na segunda-feira, o médico-chefe da seleção, Lief Sward, declarou que a recuperação está sendo "perfeita". Nesta quinta-feira, o atacante de 20 anos será submetido a um exame que vai verificar suas possiblidades de se recuperar para o Mundial. Deve receber mais atenção do que o amistoso que a equipe fará contra a Bielo-Rússia, em Reading, às 16h, no qual Eriksson testará o gigante Crouch, do Liverpool, ao lado de Owen no ataque da seleção inglesa. A esperança em contar com Rooney, no entanto, está em alta entre os membros do English Team. O capitão David Beckham disse que o mundo merece ver Rooney na Copa. "Ele é importante não só como atleta, mas como pessoa", afirmou.

Agencia Estado,

24 Maio 2006 | 13h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.