Antonio Callani/AP
Antonio Callani/AP

Médico diz que Beckham se recupera bem após cirurgia

Astro deve ganhar alta do hospital nesta quarta, mas não tem mais chances de disputar a Copa da África

AE-AP, Agencia Estado

16 de março de 2010 | 09h40

O médico que operou David Beckham na última segunda-feira, em Turku, na Finlândia, um dia depois de o jogador inglês ter rompido o tendão de Aquiles em jogo do Milan no Campeonato Italiano, afirmou que o atleta "se recupera bem" e passará a caminhar com a ajuda de muletas a partir desta terça-feira.

Veja também:

linkBeckham passa por cirurgia, mas não deve ir ao Mundial

linkCapello lamenta, mas evita descartar Beckham da Copa

O cirurgião Sakari Orava afirmou que Beckham sofreu com "alguma dor" depois da operação, mas ressaltou que ele se recupera de forma satisfatória do procedimento. Agora, o astro receberá orientações para iniciar o seu processo de recuperação e deverá ganhar alta nesta quarta-feira do hospital em que foi operado.

Por causa da contusão, Beckham não tem mais chances de defender a Inglaterra na Copa do Mundo de 2010, que começa no próximo dia 11 de junho, já que Orava avisou que o atleta "não poderá fazer muito esforço nos próximos dois ou três meses". E, em seguida, terá que seguir um programa de recuperação que não sobrecarregue o local da lesão.

"Esses exercícios de caminhada fazem parte do primeiro dia do programa de recuperação após a cirurgia. Depois disso ele vai ter um programa detalhado para reabilitação avançada e, em seguida (na quarta-feira), provavelmente, ele voará para Londres, e depois para os Estados Unidos", afirmou o médico, lembrando que o jogador irá voltar para o seu país e depois viajará para Los Angeles, onde defende o time do Galaxy.

O time norte-americano emprestou o atleta para o Milan, pela segunda vez, depois de Fabio Capello, técnico da seleção inglesa, ter condicionado a presença de Beckham em um time do futebol europeu para que ele tivesse chances de ser convocado para jogar mais um Mundial. Com a lesão, ele não poderá se tornar o primeiro jogador inglês a disputar quatro Copas consecutivas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBeckhamcirurgiaCopa 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.