Reprodução/Iker Casillas Twitter
Reprodução/Iker Casillas Twitter

Médico do Porto diz que é cedo para projetar futuro de Casillas

Goleiro espanhol de 37 anos ainda não tem data prevista pela equipe médica para retornar aos gramados

Redação, Estadão Conteúdo

01 de maio de 2019 | 17h54

Horas depois de sofrer um enfarte e dar um susto nos colegas do Porto, o goleiro Iker Casillas tranquilizou seus fãs nas redes sociais ao afirmar que está bem. O espanhol, contudo, ainda não sabe quando voltará aos gramados, de acordo com os médicos do clube português.

"Tudo sub controle aqui, um grande susto, mas com as forças intactas. Muito obrigado pelas mensagens e carinho", disse o goleiro campeão mundial em 2010, nas redes sociais, horas após o procedimento cirúrgico.

De acordo com o médico Nélson Puga, o problema não deixará sequelas no atleta de 37 anos. "A situação foi resolvida na hora, sem que ele tenha ficado com qualquer tipo de sequela. Ele neste momento está bem, está estável, já está com o humor que o caracteriza, calmo, acompanhado da sua família e a iniciar agora os primeiros passos na sua recuperação depois deste evento, que tem evidentemente gravidade clínica", explicou Puga.

O futuro, contudo, é uma incógnita, segundo o especialista. "É muito cedo para nos pronunciarmos sobre o seu futuro, porque vai depender de muitos fatores, da medicação que terá necessidade de fazer, da avaliação que terá de ser feita, não apenas em situações de repouso mas também de estresse com o exercício físico a que ele é sujeito nesta atividade de alta competição e também da vontade que ele tenha em continuar a fazer este tipo de atividade", declarou.

"Só depois de ponderados todos estes fatores, com muita calma e muito diálogo, é que se vai decidir se ele vai continuar, se quer continuar, se não é caso disso. Que ele vai ficar perfeitamente recuperado e restabelecido, disso temos praticamente a certeza", afirmou o médico.

Casillas sofreu o enfarte durante o treino desta quarta. Ele foi encaminhado rapidamente ao hospital, onde foi submetido a um cateterismo. O episódio causou um susto nos torcedores do Porto e até no Real Madrid, clube com o qual obteve diversas conquistas em sua vitoriosa carreira.

Em comunicado, o clube espanhol ofereceu ajuda ao seu ex-jogador. "O Real Madrid deseja oferecer todo o seu apoio ao nosso amado capitão Iker Casillas. Ele nos mostrou como superar os mais incríveis desafios durante sua carreira profissional, acrescentando muito ao sucesso do nosso clube. Ele nos mostrou que não há espaço para desistência", afirmou o clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.