Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Médico e Juan aumentam para nove o número de casos de covid no Flamengo em Guayaquil

Marcio Tannure e ex-zagueiro e agora funcionário do departamento de futebol ampliam lista de infectados

Redação, Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2020 | 14h40

O médico Marcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, funcionário do departamento de futebol, são os dois novos casos de covid-19 na delegação do Flamengo, que está em Guayaquil para o jogo desta terça-feira, às 19h15, contra o Barcelona local, pela quarta rodada da Copa Libertadores.

Com isso, já são nove os casos de coronavírus no grupo que está no Equador. Bruno Henrique, Isla, Diego, Filipe Luís, Michael, Matheuzinho e Vitinho são os jogadores, que já estão em quarentena desde o fim de semana e fora do jogo.

A ideia da diretoria do Flamengo é que todos os infectados voltem para o Brasil no avião fretado pelo clube, que está levando os novatos João Lucas, Natan, Guilherme Bala e Rodrigo Muniz para o Equador reforçar o elenco do técnico Domènec Torrent.

O técnico catalão só terá dois fisioterapeutas ao seu lado na comissão técnica no banco de reservas. A Conmebol vai deixar médicos à disposição do time rubro-negro, que, além dos problemas com os jogadores que testaram positivo, não poderá contar com o atacante Gabriel, com uma contusão muscular na coxa direita, e o zagueiro Gustavo Henrique, suspenso, por ter sido expulso na histórica goleada, por 5 a 0, sofrida para o Independiente Del Valle, quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.