Médico nega que Van Persie corra risco de ficar cego após cotovelada

Atacante holandês deu susto aos torcedores do Fenerbahçe em jogo do Campeonato Turco

O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2016 | 09h43

A comissão médica do Fenerbahçe negou que Robin Van Persie corra o risco de perder a visão do olho esquerdo. O jogador foi avaliado no fim da noite deste domingo após susto em lance no campeonato turco.

O atacante holandês teve que ser retirado de campo com urgência após receber uma cotovelada durante jogo de sua equipe no campo do Akhisar Belediye, pela décima rodada do Campeonato Turco de futebol. Depois de abrir o placar do confronto, o jogador levou a pior em disputa com o francês Abdoul Sissoko na disputa por uma bola.

 

O atacante foi retirado do campo rapidamente e substituído pelo nigeriano Emmanuel Emenike. O médico do clube de Istambul disse em um primeiro momento que Van Persie tinha sofrido um descolamento e sangrou pelas pálpebras e que existia o risco que pudesse ficar cego do olho esquerdo.

Descartado o risco de grave lesão, o astro do Fenerbahçe deve estar disponível para encarar o Galatasaray, no grande clássico de Istambul, na próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.