Marcio Jose Sanchez/AP
Marcio Jose Sanchez/AP

Médicos minimizam lesão e Elano diz que já está melhor

Jogador deixou o campo chorando por causa das dores após sofrer uma entrada dura de Tioté

ANDRÉ CARDOSO, Enviado Especial - Agência Estado

20 de junho de 2010 | 18h55

Substituído por Daniel Alves depois de levar uma dura entrada do marfinense Tioté no segundo tempo do jogo em que o Brasil venceu a Costa do Marfim por 3 a 1 e garantiu classificação às oitavas de final da Copa do Mundo, o meia Elano irá se recuperar a tempo de enfrentar Portugal, na próxima sexta-feira, em Durban, pela última rodada do Grupo G da competição.

 

Veja também: 

linkBrasil faz 3 a 1 na Costa do Marfim e está nas oitavas de final

mais imagens GALERIA - Imagens do jogo do Brasil

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador |

 

A garantia de uma recuperação a tempo de enfrentar os portugueses foi dada pelos médicos da seleção brasileira, Serafim Borges e José Luiz Runco, e pelo próprio Elano, que foi atingido com violência na sua canela direita.

Chorando por causa das fortes dores que sentia, o meio-campista deixou o campo do Estádio Soccer City, em Johannesburgo, amparado por membros da comissão técnica da seleção brasileira, pois não conseguia colocar o pé direito no chão. Mais tarde, porém, Runco assegurou que a lesão foi menos grave do que chegou a se temer e o jogador saiu do local do confronto caminhando.

"Foi uma trauma no tornozelo, nos preocupou em primeira instância, pois ele (Elano) disse que tinha uma dificuldade para colocar o pé no chão, mas depois fizemos um exame clínico que foi bastante satisfatório e acho que nem precisaremos fazer um exame de imagem (para constatar a gravidade da lesão). Ele não deve ser problema para o jogo desta sexta-feira", afirmou Runco, que logo depois teve as suas palavras ratificadas por Elano.

"Estou com uma proteção (na canela por causa da pancada), mas não é nada grave. No momento eu fiquei mais preocupado, mas agora estou bem melhor e pronto para outra", assegurou o jogador, que admitiu que temeu pelo pior no momento em que sofreu a dura entrada de Tioté

"Eu vim primeiro na bola e ele veio com a perna por cima. Fiquei assustado pelo barulho que fez (na hora da falta que sofreu), mas estou bem, estou caminhando. Graças a Deus o jogo (contra Portugal) é daqui a cinco dias e com certeza amanhã (segunda-feira) eu já vou levantar melhor", reforçou Elano.

Os jogadores da seleção brasileira também demonstraram preocupação com Elano após a sua saída de campo. Entre eles, Luís Fabiano minimizou a gravidade da lesão sofrida pelo companheiro de equipe. "O Elano sofreu uma pancada forte e está mancando, mas a princípio é só uma pancada e a gente espera que não seja nada. Pancada, geralmente, em um ou dois dias melhora", disse o atacante.

Com o gol que marcou neste domingo - o terceiro da vitória do Brasil -, Elano é um dos artilheiros da seleção brasileira no Mundial ao lado justamente de Luís Fabiano, que balançou as redes duas vezes contra os marfinenses. Na estreia brasileira na competição, o meia fez o segundo gol do triunfo por 2 a 1 sobre a Coreia do Norte.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.