Médicos preveem alta de Ricardo Gomes para a próxima terça-feira

Treinador do Vasco está lúcido e não tem mais dificuldade para respirar e se alimentar

Agência Estado

17 de setembro de 2011 | 14h38

RIO - Após 20 dias de internação, Ricardo Gomes deverá ter alta do Hospital Pasteur, no Rio de Janeiro, nas próximas 72 horas. O técnico do Vasco está lúcido, respira sem aparelhos e não tem dificuldade para se alimentar normalmente.

Segundo os médicos, o paciente tem apresentado estabilidade clínica e neurológica, sem complicações, nestes cinco dias em que foi monitorado em quarto privativo. Nos primeiros 15 dias de internação, o treinador esteve sob os cuidados do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital.

Apesar da melhora, Ricardo Gomes segue fazendo sessões de fisioterapia motora e fonoaudiologia. "Ele vem colaborando e interagindo bastante com ambas as sessões e apresentando progressos diários", registrou o boletim médico divulgado neste sábado. "A previsão é que a alta hospitalar de Ricardo Gomes aconteça nas próximas 72 horas".

O técnico do Vasco está internado desde o dia 28 de agosto, quando sofreu um Acidente Vascular Encefálico hemorrágico durante o clássico entre Vasco e Flamengo, que terminou empatado por 0 a 0, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro. Naquela mesma noite, ele foi submetido a uma cirurgia para a drenagem de sangue no cérebro e, desde então, vem evoluindo positivamente.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoRicardo Gomesfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.