JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Medo de fraude ronda eleição para presidente do Corinthians

Clube cria lista com nomes de sócios acima de 80 anos para dificultar eventuais manobras ilegais no pleito do próximo sábado

Almir Leite, Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

06 de fevereiro de 2015 | 07h17

A Comissão Eleitoral do Corinthians criou uma lista complementar com os nomes dos sócios mais idosos (80, 90, 100 e mais de 100 anos) para tentar dificultar a fraude nas eleições para a presidente, neste sábado, no Parque São Jorge. 

Cerca de 11.800 sócios estão aptos a votar, mas o cadastro pode conter erros e estar desatualizado. Nesta quinta-feira, o Estado recebeu cópias de certidões de óbito de sócios que, de acordo com a listagem eleitoral, teriam o direito de votar.

De acordo com o cadastro que servirá como base para a votação, 686 eleitores têm mais de 100 anos – três têm 115, portanto seriam mais velhos do que o clube. "Estamos separando (os sócios) por idade, 80, 90, 100 anos. Não posso presumir que uma pessoa faleceu. O que prova a morte é o atestado de óbito", disse o presidente da comissão eleitoral, Guilherme Strenger, que também é vice do Conselho Deliberativo.


Strenger disse que até agora não recebeu nenhum atestado de óbito comprovando que um associado do clube faleceu. "Já ouvi falar no clube que determinada pessoa faleceu. Então que me traga o atestado que o nome será excluído."

O presidente da comissão eleitoral lembrou que durante a eleição haverá fiscalização das duas chapas para conferir o documento do associado.

Dos cerca de 11.800, Strenger calcula que aproximadamente 3.500 sócios devem votar na eleição. Concorrem na disputa o ex-diretor de futebol Roberto de Andrade, que representa a situação, e Antônio Roque Citadini, candidato único da oposição.

O voto será por meio de urna eletrônica, o que também gerou protestos por parte da oposição. Quatro associados chegaram a entrar na Justiça pedindo voto em papel, mas o clube diz ter amparo judicial para usar urnas eletrônicas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthianseleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.