Medo de violência no clássico carioca

A ameaça de briga entre os torcedores é uma das preocupações de Vasco e Flamengo para o clássico deste sábado, às 16horas, em São Januário, no Rio. Os dois rivais cariocas lutam contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e os ânimos para este confronto decisivo estão acirrados.Após 32 rodadas disputadas no campeonato, o Vasco vive situação um pouco melhor, com 36 pontos, mas está perto da zona de rebaixamento. Já o Flamengo soma 34 e figura entre os quatro últimos colocados, grupo dos que vão cair para a segunda divisão.Por causa da rivalidade entre os clubes e também pelo clássico ser disputado em São Januário, os jogadores dos dois times fizeram, durante a semana, apelos para que haja paz entre os torcedores. E a Polícia Militar mobilizou 600 agentes para fazer a segurança do jogo, sendo 224 para dentro do estádio e 376 para fora.O comandante-geral da PM, coronel Hudson de Aguiar, revelou que não teme ?grandes problemas, porque a torcida carioca não tem o mesmo perfil agressivo dos torcedores paulistas?.Para acalmar os ânimos dos torcedores, a diretoria do Flamengo também fez sua parte. Levará para o estádio uma grande bandeira branca, com os escudos dos dois times unidos pela palavra paz. Incentivo - Além da preocupação com a violência, a diretoria do Flamengo tenta animar seus jogadores para escapar do rebaixamento nesta reta final do campeonato. Tanto que pediu ao ídolo do clube, Zico, e ao técnico campeão do vôlei, Bernardinho, para darem palestras ao grupo nesta sexta-feira.Dentro de campo, o Flamengo terá a volta do meia Fellype Gabriel, recuperado de contusão. E o atacante paraguaio Cesar Ramírez, que estava comdores musculares, foi confirmado no time titular.No lado do Vasco, o técnico Renato Gaúcho deu um recado aos seus jogadores. ?Não temos medo deles, mas sempre tiveram o nosso respeito. O Flamengo é uma equipe perigosa, principalmente quando está em um momento como este. Já estive do outro lado e sei que ele cresce nesses momentos e temos que ter cuidado?, avisou.O único desfalque na equipe do Vasco é o meia Morais, que irá cumprir suspensão. O seu substituto será Róbson Luís.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 18h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.