Meia brasileiro marca e México supera o Irã por 3 a 1

Depois de um primeiro tempo truncado, o México conseguiu se impor no jogo e superou o Irã por 3 a 1, neste domingo, no Frankensatadion, em Nuremberg. O jogo foi válido pela abertura do Grupo D da Copa do Mundo da Alemanha, que também conta com as seleções de Angola e Portugal, comandado pelo treinador brasileiro Luiz Felipe Scolari.Segundo os dirigentes mexicanos, o confronto serviu para provar em campo que o país tem condições de se igualar ao futebol argentino e brasileiro. Para eles, chegou o momento da equipe passar das quartas-de-final pela primeira vez na história dos Mundiais.Apesar da derrota, o Irã foi o primeiro a tomar a iniciativa e quase saiu na frente aos 11 minutos do primeiro tempo. Depois de um cruzamento da esquerda, o atacante Vahid Hashemian cabeceou no canto e o goleiro Oswaldo Sánchez - que voltou do seu país no sábado devido ao enterro do pai - fez excelente defesa ao espalmar para o escanteio.Os mexicanos responderam e abriram o marcador aos 28. Pavel Pardo bateu falta na área, Guillermo Franco desviou de cabeça e a bola ficou com o atacante Omar Bravo, que empurrou para o gol vazio de Ebrahim Mirzapour.Mas, oito minutos depois, os iranianos empataram. Em um escanteio, Mahdavikia alçou na grande área e Rezaei desviou. Sánchez se complicou e não conseguiu defender. Na sobra, Golmohammadi bateu para o fundo das redes.No início da segunda etapa, o México voltou a pressionar. Aos 12 minutos, o zagueiro Rafa Márquez foi lançado na área e acabou sendo derrubado por Golmohammadi. Os jogadores da equipe comandada pelo treinador argentino Ricardo Lavolpe pediram pênalti, mas o juiz italiano Roberto Rosetti mandou seguir o jogo.Após inúmeras tentativas sem sucesso, o selecionado da América Central voltou a ficar à frente no marcador, aos 30. Depois do goleiro Mirzapour errar ao repor a bola, Rezaei não consegui cortar e o brasileiro naturalizado Zinha lançou Bravo, que bateu no canto direito. O terceiro gol saiu quatro minutos depois. Mário Méndez recebeu na lateral direita e cruzou para Zinha marcar de cabeça. Muito criticado por causa da sua convocação, o meia natural do Rio Grande do Norte comemorou muito.Na segunda rodada do Grupo D, o México pega a Angola, no próximo sábado, em Hannover. No dia seguinte, o Irã jogará contra Portugal, em Frankfurt.Ficha técnicaMéxico 3 x 1 IrãMéxico: Sanchez; Salcido, Piñeda, Rafa Marquez e Osório; Méndez, Pardo, Torrado (Pérez) e Bravo; Borgetti (Fonseca) e Franco (Zinha).Técnico: Ricardo Lavolpe.Irã: Mirzapour; Kaabi, Rezaei, Golmohammadi e Nosrati (Borhani); Mahdavikia, Nekounam, Karimi (Madanchi) e Teymourian; Hashemian e Ali Daei.Técnico: Branko Ivankovic.Gols: Bravo, aos 28, e Golmohammadi, aos 36 minutos do primeiro tempo; Bravo, aos 30, Zinha, aos 34 minutos do segundo tempo Árbitro: Roberto Rosetti (ITA). Cartões amarelos: Torrado e Nekounam. Local: Frankensatadion, em Nuremberg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.