Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Meia Carlos Alberto é suspenso por um ano por doping

Jogador foi considerado culpado pelo uso de duas substâncias proibidas

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2013 | 17h28

RIO - O meia Carlos Alberto foi suspenso por um ano do futebol por uso de doping. Julgado nesta quinta-feira, o jogador, que deixou o Vasco no início do mês, foi considerado culpado pelo uso de duas substâncias proibidas e, por isso, acabou punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Carlos Alberto testou positivo para o uso de Hidrocloratiazida e Carboxi-Tamoxifeno após vitória do Vasco sobre o Fluminense no Campeonato Carioca deste ano. Em um primeiro momento, o jogador foi considerado inocente em dois julgamentos do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio, o TJD-RJ. O caso foi levado para uma instância superior e o jogador acabou punido.

Apesar do ano de suspensão, Carlos Alberto cumprirá apenas nove meses e meio. Isso porque a punição é retroativa e o jogador já havia ficado afastado 30 dias de forma preventiva, além dos 47 dias pelas demora entre o recolhimento da amostra de urina e a divulgação do resultado do exame.

Advogado do jogador neste julgamento, Guilherme Rezende, irmão do técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho, prometeu entrar com recurso na Suíça junto à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para que a pena seja revista.

Sem clube desde sua saída do Vasco, Carlos Alberto estaria negociando sua volta para o Fluminense, onde atuou em duas oportunidades (em 2002 e 2003 e depois em 2007). O jogador seria uma tentativa do clube carioca para sair do atual mau momento, mas com a condenação dele as conversas devem ser interrompidas.

Tudo o que sabemos sobre:
futeboldopingCarlos AlbertoVascoSTJD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.