Meia Cazorla passará por cirurgia e desfalcará Arsenal por 3 meses

Jogador espanhol sofreu lesão grave no tornozelo direito em outubro e tratamento não surtiu efeito

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2016 | 16h05

O técnico do Arsenal, Arsène Wenger, não poderá contar com o meia espanhol Santi Cazorla pelos próximos três meses. Com lesão grave no tornozelo direito, ele será submetido a uma cirurgia no local na próxima semana.

Cazorla, assim, ampliará seu afastamento no time inglês porque está fora do time desde a metade de outubro, quando se lesionou. Ele tratamento nas últimas semanas, mas os médicos do clube de Londres não constataram evolução e decidiram pela cirurgia.

O problema físico do meia já vem preocupando Wenger desde o início de novembro. "Ele é importante para o time por causa de sua habilidade técnica, sua qualidade de tomar decisões nas jogadas e na solidez do nosso meio-campo", disse o treinador na semana passada.

Não é a primeira vez que o jogador espanhol vira baixa no time inglês. Na temporada passada, uma lesão nos ligamentos do joelho o tirou dos gramados e acabou com sua temporada, cinco meses antes do fim do Campeonato Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.