Francisco Bonilla/Reuters
Francisco Bonilla/Reuters

Meia colombiano é suspenso por gesto racista contra sul-coreano

Edwin Cardona foi condenado por esticar os olhos com os dedos, gesto considerado discriminatório

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2017 | 14h46

O meia colombiano Edwin Cardona foi suspenso por cinco jogos nesta terça-feira, por decisão do Comitê Disciplinar da Fifa. O jogador da seleção sul-americana foi punido por ter feito gesto considerado racista contra um rival da Coreia do Sul, em amistoso disputado no mês passado.

Philippe Coutinho aprova nova função no Liverpool e elogia companheiros

Segundo a decisão do Comitê da Fifa, Cardona foi condenado por fazer "gesto discriminatória", ao esticar os olhos, em referência ao rival. O episódio aconteceu na derrota da Colômbia para a Coreia do Sul por 2 a 1, no jogo disputado no dia 10 de novembro, na casa do adversário.

A punição de Cardona será cumprida nos próximos amistosos da sua seleção, em preparação para a Copa do Mundo - ele não poderá nem entrar no estádio nestas partidas. O atleta ainda foi multado em 20 mil francos suíços (cerca de R$ 66 mil).

Cardona deve finalizar todas as suspensões nos amistosos preparatórios do Mundial da Rússia e deve voltar ao time justamente na estreia da Colômbia na Copa, no dia 19 de junho, contra o Japão, pelo Grupo H.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.