Giampiero Sposito/Reuters
Giampiero Sposito/Reuters

Meia da Lazio tem suspensão por manipulação de resultado reduzida

Corte Arbitral do Esporte da Itália reduz pena de Stefano Mauri de nove para seis meses

Agência Estado

10 de janeiro de 2014 | 13h48

ROMA - A Corte Arbitral do Esporte da Itália anunciou nesta sexta-feira a redução da punição imposta ao meia Stefano Mauri, da Lazio, por envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados. Dos nove meses de suspensão previstos inicialmente, a entidade reduziu para seis, o que faz com que a volta do jogador seja permitida a partir do mês que vem.

Mauri foi inicialmente punido com seis meses de suspensão por não ter denunciado um esquema para manipular a partida entre Lecce e Lazio, realizada em maio de 2011, pelo Campeonato Italiano. A Federação Italiana de Futebol, então, adicionou três meses à pena inicial em outubro, após ouvir uma apelação.

Com a redução da pena, a suspensão terminará no próximo dia 2 de fevereiro. Isso faz com que Mauri esteja livre para reforçar a Lazio já no clássico da capital diante da Roma, dia 9, pelo Italiano.

Mauri chegou a ser preso em 2012, quando a polícia desvendou o escândalo do qual havia sido cúmplice. Ele ficou uma semana na cadeia, mas foi solto e liberado a atuar profissionalmente. Mais de 50 pessoas foram presas por envolvimento em manipulação de resultados na Itália desde 2011, com investigações comandadas por promotores em Cremona, Bari e Nápoles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.