Meia da Ponte vai atuar pela Áustria

Em meio a tantas notícias ruins na Ponte Preta, a terça-feira acabou sendo de alegria para o meia Adrianinho. Ele recebeu a confirmação de que foi um dos escolhidos do técnico Hans Krankl para defender a seleção da Áustria no amistoso contra a Grécia, dia 26, e também contra a República Checa pelas eliminatórias da Eurocopa 2004, dia 2 de abril. Adrianinho, que é filho de pai austríaco e tem dupla cidadania, já estava sendo sondado pelos dirigentes europeus e, agora, acabou sendo chamado, tornando-se o primeiro brasileiro a defender a seleção daquele país. O técnico já tinha assistido a várias fitas do brasileiro, uma vez que procura jogadores habilidosos para a sua seleção. A secretaria da Ponte recebeu, nesta terça-feira, um fax e, agora, Adrianinho aguarda a chegada das suas passagens. Ele deve viajar entre os dias 20 e 21. ?Estou muito feliz por ter sido convocado e sei que meu pai e meu avô também estariam se estivessem vivos. Espero ir lá e mostrar para os austríacos o porquê da minha convocação", declarou Adrianinho, no começo da noite desta terça-feira. O jogador, entretanto, garantiu que não está acertando sua transferência para nenhum clube austríaco, mas já é desfalque certo para os dois primeiros jogos da Ponte Preta no Campeonato Brasileiro, contra Internacional, em Porto Alegre, e Juventude, em Campinas. Adriano Laaber nasceu em Jundiaí em 11 de julho de 1980. Aos 22 anos, ele disputou 124 jogos com a camisa da Ponte Preta e marcou 22 gols. Depois de criticar a diretoria e a comissão técnica por não estar tendo chances como titular, acabou ganhando uma vaga entre os titulares do técnico Abel Braga e vem sendo a principal estrela do time de Campinas no Campeonato Paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.