Attila Kisbedenek / AFP
Attila Kisbedenek / AFP

Meia da Sérvia revela inspiração em Petkovic e avisa: 'Não temos medo da Suíça'

Dusan Tadic diz que é mais fácil se preparar para enfrentar seleções europeias e que 'sabe tudo sobre os adversários'

Estadão Conteúdo

20 Junho 2018 | 10h50

Depois de vencer a Costa Rica na estreia do Grupo E da Copa do Mundo, o mesmo do Brasil, a Sérvia volta a campo nesta sexta-feira para encarar a Suíça em Kaliningrado. Uma das principais esperanças do país para buscar uma nova vitória é o meia Dusan Tadic, destaque do Southampton na Inglaterra.

+ Volante sérvio exalta Suíça após empate, mas ainda vê Brasil favorito no grupo

+ Líder do grupo do Brasil, Sérvia vai com 'atitude' diante da Suíça, diz técnico

Nesta quarta-feira, o jogador foi perguntado sobre um velho conhecido do futebol brasileiro, o ídolo flamenguista Dejan Petkovic, e reverenciou o ex-meia sérvio. "Petkovic era um jogador especial, eu assistia aos seus truques quando era criança. Muitos dos meus amigos do Brasil me perguntam sobre ele, mas infelizmente nunca nos encontramos", comentou.

De Petkovic, Tadic herdou, além da habilidade, a personalidade forte e as declarações confiantes. Questionado sobre o próximo adversário no Mundial, o jogador reconheceu que a Suíça chega com certo favoritismo após ter empatado com o Brasil na estreia, mas garantiu: "Não temos medo deles".

"Quem disse que tememos a Suíça?", questionou. "Deixemos que eles sejam favoritos. Mas eles não têm um jogador como Nemanja Matic", completou, reverenciando seu colega de seleção, grande destaque da Sérvia e que atua no Manchester United.

 

Tadic ainda considerou que o confronto com os suíços pode ser mais favorável aos sérvios do que a estreia com a Costa Rica. "É muito mais fácil se preparar para partidas contras seleções europeias. Não são estranhos para nós e os conhecemos. Fizemos nossa análise e sabemos tudo sobre eles. Vamos nos preparar da melhor forma possível. Os jogadores suíços são seguros, mas tem alguns pontos fracos que tentaremos aproveitar."

A Sérvia chega para a partida como líder do Grupo E. Depois de encarar a Suíça, a seleção fecha participação na primeira fase diante do Brasil, dia 27, em Moscou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.