Meia Fabián Vargas deve deixar o Boca Juniors

O meia colombiano Fabián Vargas disse nesta terça-feira que está com um pé fora do Boca Juniors. O jogador, que atua pela seleção de seu país, afirmou que sempre teve vontade de jogar no futebol europeu e que a partida de domingo, diante do Gimnasia de La Plata, pode ser a última pelo clube portenho. O contrato de Vargas vence no final de junho.

AE, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 14h51

"Não estou fechando nenhuma porta. Mas neste momento, meu desejo é buscar uma oportunidade para jogar na Europa. É um sonho que tenho e gostaria de cumprir", declarou o meia. "E como está a situação no momento, creio que levaria uns 15 dias para sair. Então, o jogo de domingo seria a última oportunidade de jogar no La Bombonera".

Um dos clubes interessados em Vargas, e que teria inclusive feito uma proposta na semana passada, é a Lazio. O meia, no entanto, garante que não há nada oficial. "Desde semana passada tentei negociar [com o Boca Juniors] todas as possibilidades que haviam. Isso [da Lazio] foi algo comentado, mas não há nada certo", explicou.

O Boca Juniors está num período de turbulência financeira e já avisou o elenco que precisará cortar parte da folha de pagamento - para renovar com o atacante Palermo, no início do mês, a direção prometeu quitar parte dos salários com cotas de patrocínio. Vargas chegou ao clube em 2003, transferiu-se para o Internacional em 2006 e retornou ao Boca Juniors em 2007.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBoca JuniorsFabián Vargas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.