Meia Giovanni pode voltar ao Santos

Giovanni, um dos ídolos da torcida do Santos na campanha que conquistou o vice-campeonato Brasileiro em 1995, poderá voltar à Vila Belmiro. O técnico Oswaldo de Oliveira está assistindo a uma fita para analisar as condições atuais do meia, que joga pelo Olimpiakos e, se aprovar, os santistas irão fazer a proposta para repatriar o atleta. Por outro lado, o Atlético de Madri continua insistindo na contratação do atacante Deivid, mas as chances de obter sucesso são muito pequenas.O jogador está descontente na Grécia, pois tem uma dívida a receber do Olimpiakos, e pediu ao seu procurador que procurasse a diretoria do Santos para intermediar seu regresso. Depois de ter se tornado um dos principais jogadores do time, ele foi vendido ao Barcelona por US$ 12 milhões, mas teve problema de adaptação no clube espanhol.Na época de sua saída, Giovanni manifestou sua vontade de um dia retornar, pois pretendia encerrar a carreira no time em que foi revelado para o futebol. Se esse era um sonho do atleta, era também dos dirigentes, que não se esquecem das boas atuações do meia no time dirigido por Cabralzinho. O motivo da análise por fitas é o fato de que o jogador está afastado há nove anos do Brasil e o futebol da Grécia é pouco observado.Deivid - O Santos ainda corre risco de perder Deivid, pois o Atlético de Madri voltou a insistir na contratação do atleta, por empréstimo. Como há uma cláusula que permite a saída do atacante se o Bordeaux (clube com o qual tem contrato) receber uma boa proposta de outra equipe européia, os dirigentes santistas temem perdê-lo.O Atlético está tentando obter o atacante por empréstimo e isso o clube francês não concorda, por enquanto. Quer negociá-lo em definitivo e, caso isso não se efetive, manterá o jogador emprestado ao Santos. O procurador de Deivid, Jorge Moraes, estará dia 22 na Espanha e, provavelmente, vai tratar do assunto. A expectativa é de que o clube espanhol mude sua proposta e acabe pagando a multa para tê-lo em definitivo.Deivid tem manifestado sua vontade de disputar a Copa Libertadores pelo Santos. Ainda na segunda-feira comentou com amigos essa intenção, revelando que em julho a situação pode mudar. É que lá termina o empréstimo ao Santos, e ele pretende voltar para a Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.