Meia Iborra é contratado junto ao Sevilla e assina com o Leicester por 4 anos

Após terminar em 12º lugar na temporada 2016-17, clube inglês tenta voltar a disputar vagas em competições europeias

Estadão Conteúdo

06 de julho de 2017 | 10h34

O Leicester anunciou oficialmente nesta quinta-feira o meio-campista Vicente Iborra como seu mais novo reforço. O jogador de 29 anos de idade foi contratado junto ao Sevilla e assinou um contrato para defender a equipe inglesa pelas próximas quatro temporadas.

Após iniciar a sua carreira profissional no Levante, também da Espanha, o atleta estava no Sevilla desde 2013. Desde então, disputou 173 partidas pelo time no período em que ajudou o clube a conquistar dois títulos da Liga Europa, nas temporadas 2014/2015 e 2015/2016, e a terminar o último Campeonato Espanhol na quarta posição, posto que assegurou ao time uma vaga nos playoffs para a fase de grupos da próxima Liga dos Campeões.

O atleta, porém, optou por encarar um novo desafio na sua carreira ao aceitar a proposta do Leicester, que após o histórico e surpreendente título nacional obtido na temporada retrasada, encerrou a edição 2016/2017 do Campeonato Inglês apenas na 12ª posição, distante da zona de classificação para as competições europeias.

"Estou muito feliz por estar aqui com o Leicester e estou ansioso para experimentar o Campeonato Inglês com os meus novos companheiros de equipe na próxima temporada. Tudo sobre este clube parece ser bom e foi ótimo conhecer meus novos companheiros. Já falei com eles sobre a cidade e o clube, então não vejo a hora de começar", ressaltou Iborra, em declarações reproduzidas nesta quinta-feira pelo site oficial do Leicester.

O jogador espanhol se tornou o segundo reforço do clube inglês confirmado para a próxima temporada. No mês passado, o clube havia anunciado o defensor Harry Maguire, de 24 anos, contratado junto ao Hull City.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSevillaCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.