Meia Renato reconhece que pode render mais pelo Sevilla

'Tenho de trabalhar bastante para jogar como na última temporada', conta o jogador, que está com 28 anos

Efe,

31 de janeiro de 2008 | 11h27

O meia brasileiro Renato, do Sevilla, admitiu nesta quinta-feira que pode render mais nessa temporada do que apresentou até agora, e que trabalha para isso. "Sei que posso render muito mais, que tenho de trabalhar bastante para jogar como na última temporada. Com a mudança de treinador alguns jogam mais, outros menos, mas o importante é que todos estejam prontos quando tivermos que sair", disse o brasileiro. O ex-jogador do Santos, de 28 anos, disse que sua idéia é ajudar a equipe a vencer, como na partida contra o Steaua Bucareste, fora de casa, nesta temporada da Liga dos Campeões, quando marcou os gols que deram a vitória ao Sevilla por 2 a 0. Sobre o jogo de domingo, contra o Recreativo, fora de casa, pelo Campeonato Espanhol, disse que conversou com o treinador Manolo Jiménez e que este o considera um jogador "importante, como todos os companheiros". Renato disse que poderá jogar mais adiantado, como meia-atacante, devido à ausência dos atacantes Kanouté (lesionado), Kone (disputando a Copa Africana de Nações) e Chevantón (suspenso); e que tentará "fazer o melhor possível" na nova função. "Não temos conseguido muitos pontos fora de casa. Será um jogo muito difícil, mas vamos tentar vencer. Na temporada passada, a equipe foi bem porque ganhou muitos jogos longe de seu estádio, e se quisermos fazer uma boa campanha, é preciso repetir o feito", destacou. Renato acrescentou que "o sucesso do ano passado foi de todos, todos foram importantes, mesmo os que não eram titulares estavam sempre bem, e agora com a volta de Kanouté e Keita - após participarem da Copa Africana por Mali - a equipe tem muito a ganhar". O Sevilla é o oitavo colocado no Campeonato Espanhol, com 29 pontos, e está a oito da zona de classificação para a Liga dos Campeões, competição que disputa nesta temporada, e na qual enfrentará o Fenerbahce, do técnico Zico, nas oitavas-de-final.

Tudo o que sabemos sobre:
RenatoSevillaCampeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.