Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Meia Wagner elogia o técnico Jorginho e pede mais pegada do Vasco na marcação

Atleta frisou que a intertemporada é importante para a recuperação dos jogadores e poderia ocorrer todos os anos

Estadão Conteúdo

27 Junho 2018 | 22h26

O meia Wagner afirmou nesta quarta-feira que o Vasco precisa intensificar a marcação sobre os adversários para a equipe subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, onde ocupa a 11.ª posição, com 15 pontos. "Precisamos ser mais agressivos, no bom sentido, e não deixarmos o adversário pensar tanto, encurtar os espaços o quanto antes", disse o armador, em entrevista coletiva.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O experiente jogador elogiou o trabalho do técnico Jorginho, que assumiu a equipe pouco antes da parada do campeonato para a Copa do Mundo. Para Wagner, o diálogo é uma das principais características do treinador.

"O Jorginho está fazendo um pouquinho de cada coisa. Está pegando aquilo que a gente tinha de bom e ajustando uma ou outra coisinha que estávamos errando e ele acha que pode ser feita de forma diferente. Ele tem ouvido muito o que temos a dizer quando estamos dentro de campo e perguntando o que achamos antes de tomar qualquer atitude. Isso é muito bom, ainda mais vindo de um cara que foi campeão de mundo (em 1994, pela seleção brasileira)", destacou Wagner, sobre a metodologia de trabalho do novo comandante.

O atleta frisou ainda que a intertemporada é importante para a recuperação dos jogadores e poderia ocorrer todos os anos, independentemente da realização da Copa do Mundo, que ocorre de quatro em quatro anos.

"Por mim, a parada poderia acontecer durante todos anos, pelo menos durante sete dias no mês de junho. O desgaste é muito grande, com jogos quarta e domingo. Em ano de Copa do Mundo, o calendário se torna ainda mais encurtado na questão de descanso e precisamos jogar a cada dois ou três dias, sem contar as viagens. Deu para dar uma zerada e tirar todo mundo do departamento médico", avaliou o meia.

Com todos os jogadores em condições, Jorginho terá "uma dor de cabeça boa" para escalar a equipe. "Vamos retornar mais fortes", concluiu o camisa 20. O primeiro compromisso oficial do Vasco na volta do Brasileirão é o clássico diante do Fluminense, no dia 19 de julho, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.