Melhor da Copa/2002, Kahn será reserva na seleção alemã

Depois de muita polêmica e discussões por toda a Alemanha, o treinador da seleção nacional, Jürgen Klinsmann, finalmente decidiu, nesta sexta-feira, quem será o goleiro titular na Copa do Mundo. E, para surpresa de muitos, o escolhido foi Jens Lehmann, do Arsenal, que jogará no lugar do badalado Oliver Kahn, do Bayern de Munique e eleito o melhor jogador do Mundial de 2002, na Coréia do Sul e Japão."(O treinador) Jürgen Klinsmann, (seu auxiliar) Joachim Löw e (o preparador de goleiros) Andreas Köpke comunicaram a decisão para Oliver Kahn durante uma reunião hoje (sexta)", informou, em um comunicado oficial, a DFB (Federação Alemã de Futebol). O anúncio contrariou as declarações recentes do técnico da seleção, de que só decidiria quem seria titular em maio. No entanto, a grande pressão de dirigentes e da opinião pública do país anteciparam a decisão.O novo titular da camisa 1 da Alemanha está passando por grande fase a pouco mais de dois meses do início da Copa. Sem tomar gols na Liga dos Campeões da Europa há mais de 700 minutos, Lehamnn está ajudando muito na ótima campanha do Arsenal na competição - o time londrino fará uma das semifinais contra o Villarreal, da Espanha. Kahn, no entanto, está mal no Bayern de Munique e parece estar sofrendo muito com a críticas."Comunicar a decisão a Kahn foi a coisa mais difícil que já fiz na minha curta carreira de treinador. Decidimos atender à vontade do Bayern de antecipar a decisão", afirmou Klinsmann, durante a concorridíssima entrevista coletiva em Munique. Desde que assumiu a seleção, após a Eurocopa de 2004, o técnico fazia um rodízio entre os goleiros.Muito decepcionado com a escolha de Klinsmann, Kahn disse que precisa de um tempo para pensar no futuro. "Estou muito surpreso e enormemente decepcionado com esta decisão. Tenho que refletir sobre meu futuro na seleção nas próximas semanas", contou o goleiro do Bayern de Munique. A direção do clube, através do técnico Felix Magath, considerou totalmente equivocada a decisão do técnico, mas que terá que aceitá-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.