Abdallah Dalsh/Reuters
Abdallah Dalsh/Reuters

Melhor em campo na estreia do Mundial dedica vitória a ex-goleiro do Arsenal

Com sete defesas, o goleiro Ali Khaseif foi o destaque do jogo e dedicou prâmio a Manuel Almunia

Estadão Conteúdo

07 de dezembro de 2017 | 15h50

Romarinho fez o gol da vitória do Al Jazira sobre o Auckland City na estreia do Mundial de Clubes, na última quarta-feira, mas o grande responsável pelo resultado de 1 a 0 foi o goleiro Ali Khaseif. Com sete defesas ao longo da partida, ele recebeu o reconhecimento da Fifa e foi eleito o melhor jogador em campo.

+ Goleiro do Pachuca evita pensar no Grêmio e alerta para dificuldade da estreia

Feliz com o prêmio, Ali Khaseif o dedicou ao preparador de goleiros do Al Jazira. Trata-se do espanhol Manuel Almunia, que defendeu o Arsenal por quase oito anos, entre 2004 e 2012.

"Eu consegui isso com a ajuda de Deus e de nosso treinador de goleiros, Manuel Almunia. Ele me encoraja muito nos treinamentos. E o desempenho de meus companheiros também é fonte de motivação para mim", declarou Ali Khaseif ao site da Fifa.

Almunia ficou a maior parte de sua trajetória no Arsenal na reserva, mas esteve em campo em alguns momentos importantes do clube. Foi ele, por exemplo, que sofreu os gols de Eto'o e Belletti na decisão da Liga dos Campeões de 2006, após a expulsão de Lehmann, que terminou com o título do Barcelona.

O espanhol nunca conseguiu disputar um Mundial, mas agora aposta em seu pupilo no torneio. "Ali foi excepcional e mostrou uma confiança notável. Ele jogou realmente bem. Esta competição é perfeita para ele, porque trata-se de um goleiro de primeira linha. E ele provou isso."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMundial de Clubes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.