PontePress/JoséHenriqueSemedo
PontePress/JoséHenriqueSemedo

Melhor visitante, Ponte goleia Paysandu e encosta no G-4 da Série B

Júnior Santos marca duas vezes e é um dos destaques do triunfo por 4 a 0

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 23h41

O técnico João Brigatti disse após o empate com o Avaí, por 2 a 2, que a Ponte Preta precisaria ter outra postura no segundo turno se quisesse brigar pelo acesso. E parece que isso foi assimilado pelos jogadores. Na noite desta terça-feira, o time de Campinas goleou o Paysandu por 4 a 0, em plena Curuzu, pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A Ponte Preta, que não vencia há quatro jogos, tem agora a melhor campanha como visitante na Série B: seis vitórias, dois empates e três derrotas. De quebra, o time chegou aos 29 pontos e saltou para a sexta colocação, se reaproximando do G4, a zona de acesso à primeira divisão. Por outro lado, o Paysandu perdeu a segunda seguida e estacionou nos 24, em 11º lugar.

Em casa, o Paysandu partiu com tudo para cima da Ponte Preta e criou três boas oportunidades antes dos 15 minutos. Pedro Carmona levou perigo em duas cobranças de falta e Renato Augusto acertou a trave de Ivan. No entanto, a velha máxima do futebol "quem não faz, toma" entrou em ação e o time paulista marcou dois gols.

Aos 16, Nathan aproveitou sobra da zaga rival e bateu de primeira no cantinho de Renan Rocha. Na sequência, Hyuri recebeu de Renan Fonseca, fez boa jogada individual e tocou para Júnior Santos, que dominou e mandou no ângulo, aos 35. A Ponte ainda poderia ter feito o terceiro com Hyuri, mas a finalização foi por cima.

O Paysandu levou um balde de água fria logo aos três minutos do segundo tempo. Danilo Barcelos cruzou e Júnior Santos cabeceou no canto de Renan Rocha. O desespero tomou conta dos jogadores da casa e a Ponte fez o quarto aos 16 minutos. Reginaldo desviou de cabeça, a zaga parou pedindo impedimento e Hyuri só teve o trabalho de tirar do goleiro.

Depois disso, o Paysandu foi com tudo para cima e passou a dar espaços para o contra-ataque pontepretano. Os visitantes perderam pelo menos duas boas oportunidades, com Reginaldo e Ruan.

O Paysandu volta a campo apenas na sexta-feira da semana que vem (dia 17), contra o Londrina, às 19h15, no Estádio do Café, em Londrina. A Ponte Preta receberá o Criciúma na terça, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos são válidos pela 21ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

PAYSANDU 0 x 4 PONTE PRETA

PAYSANDU - Renan Rocha; Matheus Silva, Edimar, Diego Ivo e Diego; Renato Augusto, Nando Carandina (Jonathan Almeida), Thomaz e Pedro Carmona; Dionathã (Mike) e Claudinho (Lúcio Flávio). Técnico: Guilherme Alves.

PONTE PRETA - Ivan; Igor (Ruan), Renan Fonseca, Reginaldo e Nicolas; Nathan, Lucas Mineiro e Danilo Barcelos; Hyuri (Victor Rangel), André Luis e Júnior Santos (Neto Costa). Técnico: João Brigatti.

GOLS - Nathan, aos 16, e Júnior Santos, aos 35 minutos do primeiro tempo. Júnior Santos, aos 3, e Hyuri, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Silva, Diego e Diego Ivo (Paysandu); Hyuri e Reginaldo (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA - R$ 94.735,00.

PÚBLICO - 2.762 pagantes (6.089 no total).

LOCAL - Estádio da Curuzu, em Belém (PA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.