Membro da Fifa é expulso por venda irregular de ingressos

O membro do Comitê Executivo da Fifa Ismail Bhamjee, de Botswana, confirmou neste sábado em uma declaração por escrito ter vendido entradas da Copa do Mundo da Alemanha por um preço três vezes superior ao normal e acabou sendo expulso da entidade. A violação foi denunciada por um repórter do diário britânico "Mail on Sunday".Bhamjee comercializou 12 entradas para a partida entre Inglaterra e Trinidad e Tobago (vitória dos britânicos por 2 a 0), disputada na última quinta-feira, por 300 euros cada uma - o valor normal é de 100 euros. "O Comitê Disciplinar da Fifa, sob a direção do presidente (Joseph Blatter), decidiu que o Sr. Bhamjee deveria renunciar imediatamente às suas funções relacionadas com a Copa e deixar a Alemanha o mais rápido possível", informou entidade máxima do futebol em um comunicado. "A conduta me decepcionou muito", disse Blatter.O dirigente de Botswana reconheceu o erro. "Lamento profundamente este ato. Peço desculpas à Fifa por ter violado os termos e condições sobre a venda de ingressos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.