Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Membros da comissão de Tite vão ver jogo da Alemanha no estádio

Alemães e suecos são potenciais rivais do Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo

Leandro Silveira e Marcio Dolzan, enviados especiais/Sochi, Estadao Conteudo

23 Junho 2018 | 12h50

Um dia após a seleção brasileira derrotar a Costa Rica por 2 a 0, na Arena Zenit, em São Petersburgo, membros da comissão técnica de Tite vão a outro estádio para acompanhar outro jogo da Copa do Mundo da Rússia. Neste sábado, a CBF confirmou que o coordenador Edu Gaspar, o auxiliar Cleber Xavier e os analistas de desempenho Fernando Lázaro, Thomaz Araújo e Maurício Dulac estarão no Fisht Stadium, onde vão ver o duelo entre Alemanha e Suécia, pela segunda rodada do Grupo F, marcado para começar às 15 horas (de Brasília).

+ Douglas Costa sente lesão na coxa e está fora do jogo contra a Sérvia

+ Com titulares poupados, seleção faz treino leve após vitória sobre a Costa Rica

+ Miranda comenta situação da Argentina: 'Dá pena'

Alemães e suecos são potenciais rivais do Brasil nas oitavas de final da Copa, pois o cruzamento das chaves para a próxima fase da competição aponta que equipes que avançarem na F e na E, este o da seleção nacional, vão se enfrentar, com o primeiro de um grupo encarando o segundo colocado do outro.

Ao contrário dos demais colegas, Dulac não costuma viajar com a delegação da seleção para compromissos da Copa do Mundo com o intuito de acompanhar os compromissos de rivais na Copa. Nos últimos dias, inclusive, acompanhou os outros dois jogos da chave do Brasil na Copa: a vitória da Sérvia por 1 a 0 sobre a Costa Rica, no domingo, em Samara, e o triunfo de virada da Suíça por 2 a 1 diante dos sérvios, sexta-feira, em Kaliningrado.

A proximidade entre a seleção e o duelo entre Suécia e Alemanha tornou possível a presença de vários membros da comissão técnica de Tite neste sábado no Fisht Stadium. Afinal, a cidade de Sochi é o "quartel-general" da seleção nas primeiras fases da Copa do Mundo, para onde a delegação retornou no fim da noite de sexta após o triunfo sobre os costarriquenhos.

 

Além disso, a possibilidade de um confronto entre Brasil e Alemanha nas oitavas de final da Copa se tornou mais possível diante dos resultados obtidos nas rodadas iniciais da competição. Afinal, a seleção de Tite lidera o seu grupo com quatro pontos após dois jogos disputados, mas com vantagem para a Suíça apenas nos critérios de desempate. Já os atuais campeões mundiais decepcionaram na estreia ao perderem para o México por 1 a 0 - o resultado foi o mesmo do triunfo da Suécia sobre a Coreia do Sul.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.