Membros da Fifa ainda apóiam Blatter

As explicações dadas neste sábado pelo presidente Joseph Blatter, sobre o caso ISL, agradaram aos membros do Congresso Extraordinário da Fifa. O dirigente garantiu que a entidade continua bem financeiramente, após auditoria realizada no início do ano. Blatter podia levar um voto de não-confiança, tornando sua renúncia iminente, mas obteve o apoio necessário para continuar no cargo.Quando a ISL, então maior parceira comercial da Fifa, faliu, foi descoberto que uma quantia paga pela TV Globo foi parar em uma conta fantasma, o que comprometeu a imagem de Blatter. Para piorar, a crise financeira obrigou a entidade a adiar o 2º Mundial de Clubes, que aconteceria no final do mês, na Espanha, e ficou para 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.