Menor é morto em briga de torcida

Baleado com dois tiros - na cabeça e no peito - numa briga entre torcidas do Náutico e Sport, o menor Daniel Ramos da Silva, 17 anos, morreu hoje de manhã no Hospital da Restauração, no Recife. O conflito ocorreu no domingo, logo depois do jogo em que o Sport foi derrotado por 2 x 1, perto do Túnel Chico Science, nas imediações do Estádio da Ilha do Retiro.De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, integrantes do Fanáutico e da Torcida Jovem do Sport - onde estava Daniel - já saíram do campo de futebol se estranhando e trocando insultos. Logo depois ocorreu o conflito, com tiros. A Polícia Militar chegou ao local 20 minutos depois do crime e socorreu o menor. Por volta das 21 horas, foi anunciado pelos médicos que o atenderam no Hospital da Restauração que ele havia tido morte cerebral. O enterro ocorreu na tarde de hoje.O clássico, pelo Campeonato do Nordeste, lotou o estádio e cenas de violência podiam ser percebidas antes do início do jogo, ainda fora do campo. Um confronto entre torcidas rivais, nas imediações do estádio, levou policiais militares a obrigarem cerca de 20 rapazes a se deitarem no chão para serem revistados. Em outro conflito, seis pessoas foram detidas. Duzentos homens da PM fizeram a segurança dentro e fora do campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.