Divulgação/Leeds
Divulgação/Leeds

Mentor de Guardiola, Marcelo Bielsa recoloca Leeds na elite do futebol inglês após 16 anos

Argentino é uma das referências do técnico espanhol; treinadores se reencontrarão na próxima temporada do Campeonato Inglês

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2020 | 10h00

Depois de bater na trave na temporada anterior, o técnico Marcelo ‘Loco’ Bielsa reconduziu o Leeds à elite do futebol inglês. A equipe confirmou o acesso graças ao tropeço do vice-colocado West Bromwich. O clube é um dos mais tradicionais da Inglaterra e estava fora da 1ª divisão desde 2004. Além dos seguidores dos Whites, Pep Guardiola também estava na torcida pelo acesso. O argentino é um dos mentores do treinador espanhol, além do holandês Johan Cruyff e do compatriota Juanma Lillo, seu atual assistente no Manchester City.

A relação entre Marcelo Bielsa e Pep Guardiola teve início em 2006. Quando pensava em virar treinador, Guardiola foi aconselhado pelo atacante Gabriel Batistuta, seu companheiro na Roma à época, a se encontrar com Bielsa. Ouvir o que o argentino tinha para lhe dizer. Em outubro daquele mesmo ano, o espanhol fez uma viagem de oito mil quilômetros até o rancho de Bielsa, perto de Rosário, na Argentina, para conversar sobre futebol. O treinador preparou um churrasco para receber sua visita e foram 11 horas de uma conversa intensa sobre vários aspectos do jogo de futebol.

"Nunca esquecerei de como ele foi gentil comigo, quando eu era absolutamente ninguém no mundo do futebol como técnico e ele compartilhou seu conhecimento comigo. Falávamos sobre futebol, mas não apenas futebol, sobre a vida e o cinema", disse o espanhol ao documentário Bielsa: El Loco e Leeds, do canal Sky Sports.

Guardiola ficou fascinado com a paixão de Bielsa pelo futebol que decidiu que queria seguir seus passos. Desde então, os dois desenvolveram uma relação próxima e confidente. Bielsa é um técnico obsessivo e detalhista, que tem como estratégia um futebol direto, reto, objetivo, ofensivo, com jogadores que se defendem e atacam em bloco. A análise detalhada dos adversários e a aplicação disso nos treinamentos antes das partidas é outra marca comum nos trabalhos do argentino. Vários aspectos da metodologia de Bielsa foram absorvidos por Guardiola, que fez fama no Barcelona e hoje é um dos melhores do mundo.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Nunca esquecerei de como ele foi gentil comigo, quando eu era absolutamente ninguém no mundo do futebol como técnico e ele compartilhou seu conhecimento comigo
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Guardiola, falando sobre Bielsa

"Poucas equipes no mundo jogam da mesma maneira que a dele (Bielsa). Os times são sempre agressivos, estão sempre em movimento, atacam com muita gente, defendem com muita gente. Acho que ele é o treinador mais bem preparado que já vi na minha vida", elogiou.

Aproximação no futebol espanhol

Foi no Athletic Bilbao, da Espanha, que Bielsa reencontrou e enfrentou Guardiola. O argentino levou a equipe do País Basco para as finais da Liga Europa e da Copa do Rei. Embora tenha sido derrotado nas duas ocasiões, teve seu trabalho destacado pela campanha surpreendente. Na coletiva que precedeu a vitória do Barcelona sobre o Athletic na decisão da Copa do Rei, Bielsa recebeu, novamente, elogios de Guardiola. "Estamos diante do melhor técnico do planeta na atualidade. Ele faz um jogo honesto, dando seu máximo e atacando, seja ganhando ou perdendo", disse.

Após aquela partida, Bielsa entregou a Guardiola a análise que havia preparado para a decisão. "Você sabe mais do Barcelona do que eu", afirmou o espanhol, em resgato elogio ao mestre.

Treinado por Bielsa no Athletic e Guardiola no Bayern de Munique, Javi Martínez se acostumou a ser chamado em várias ocasiões pelo treinador espanhol para contar sobre como era o método de trabalho do técnico argentino. "Bielsa melhora os seus jogadores. Ainda não conheci nenhum atleta que tenha treinado com Bielsa que fale mal dele. Ele me ajudou muito com conselhos e sempre me ajuda quando posso falar com ele", disse Guardiola em 2017.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Bielsa melhora os seus jogadores. Ainda não conheci nenhum atleta que tenha treinado com Bielsa que fale mal dele
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Guardiola, elogiando Marcelo Bielsa

No Leeds, resgatou o orgulho do torcedor de um ‘gigante adormecido’

Quando dirigentes do Leeds estavam à procura de um novo treinador e se sentaram à mesa para conversar com Marcelo Bielsa, o argentino já havia assistido a todos os 51 jogos do time na temporada anterior. Ao assinar contrato, não quis discutir detalhes do acordo, mas logo solicitou mudanças no centro de treinamento do clube. Ele queria camas para seus jogadores descansarem entre as sessões de treinamento, além de uma sala com uma mesa de sinuca e um videogame, para que os atletas pudessem "relaxar", segundo o livro The Quality of Madness: A Life of Marcelo Bielsa, lançado em março deste ano.

Seu método inusitado começou a dar as caras. No primeiro encontro com os atletas, o técnico disse que eles não treinariam naquele dia. Bielsa determinou que todos os jogadores limpariam o centro de treinamento durante três horas. O técnico disse que essa é a média de tempo que o torcedor do Leeds precisa trabalhar para pagar um ingresso para assistir a um jogo do time. Queria mostrar a importãncia que o time tinha na vida daquelas pessoas.

Sua residência inicial era um quarto de um hotel cinco estrelas, mas ele deixou o local pouco tempo depois por não se acostumar com o luxo. Bielsa passou a morar em um apartamento simples, de um quarto apenas, acima de uma loja de doces. O local é tão próximo do centro de treinamento do clube, que ele vai andando todos os dias para o trabalho. "Grande parte desta região é rural e eu sou um homem do campo", respondeu certa vez em uma entrevista.

Mas as mudanças de Bielsa em Leeds foram percebidas também dentro de campo. O futebol envolvente do Leeds empolgou os torcedores. Na temporada passada, a equipe liderou a 2ª divisão na primeira parte do campeonato, mas perdeu fôlego e ficou sem o acesso. Dessa vez, a equipe garantiu seu lugar na elite na próxima temporada.

Nascido em Leeds e torcedor do clube, o escritor e jornalista Anthony Clavane destaca que Bielsa fez parte do renascimento do otimismo que agora pode ser encontrado na cidade. "Bielsa é reverenciado pelos torcedores por causa de seus valores - ele é humilde, está do lado de muitos e não de poucos, vive um estilo de vida simples - e por causa de seu estilo de jogo intenso, emocionante e muitas vezes poético. Ele não quer agradar os outros, é fiel a si mesmo. Está em sintonia com o que alguns de nós chamam de 'Leedsness'' da cidade - que combina paixão, comprometimento e intensidade", disse Clavane, que citou o lema da torcida "In Bielsa, We Trust" (Em Bielsa, nós acreditamos).

Se na temporada passada, o Leeds vacilou na reta final, desta vez, o desfecho foi diferente. A equipe manteve a regularidade e garantiu o retorno à elite após 16 anos. Mas o acesso parece não ser o bastante para os torcedores. "Este é apenas o começo do renascimento de Leeds", defende Clavane.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.