Silvio Ávila/EFE
Silvio Ávila/EFE

Mercado da bola: Tardelli, Elias, Wagner e Henrique, entre outros, estão livres e sem contratos

Jogadores experientes podem ajudar times a fecharem seus elencos para a temporada 2020 a custo zero

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2020 | 09h36

Os times brasileiros já estão com seus elencos quase fechados. Os treinadores sempre dizem faltar uma peça aqui e outra ali. Ocorre que o mercado da bola ainda tem jogadores livres e desempregados com passagens importantes pelo País. O custo dessas negociações é zero, uma vez que os atletas não estão vinculados a nenhum clube. Por estarem sem vínculos, eles ainda podem assinar com equipes de outros países, mesmo de lugares que já estejam com a janela de transferências fechada.

Entre os principais destaques brasileiros estão atletas com passagens pela seleção brasileira, como é o caso do atacante Diego Tardelli, do volante Elias e do zagueiro Henrique. Confira a lista de quem está procurando emprego e veja quem seria um bom reforço para o seu time.

Diego Tardelli

Depois de uma temporada apaga pelo Grêmio, onde foi muito cobrado pelos torcedores, Tardelli assinou rescisão com o clube gaúcho e agora procura um novo desafio na carreira. Aos 34 anos, o jogador é ídolo do Atlético-MG. No Brasil, ainda teve passagens por São Paulo, São Caetano e Flamengo. Fora, defendeu Betis, PSV, Anzhi Makhachkala, Al-Gharafa e Shandong Luneng.

Elias

Comprado por R$ 8,4 milhões junto ao Sporting há três temporadas, Elias não renovou com o Atlético-MG. Um dos grandes investimentos do presidente Daniel Nepomuceno, o volante teve passagem marcada por altos e baixos em Minas Gerais. Ao todo, foram 164 jogos, 25 gols e um título do Mineiro 2017. Aos 34 anos, o atleta passou por vários clubes no Brasil, com destaque para Corinthians e Flamengo.

Wagner

Conhecido pela qualidade técnica com a perna esquerda, o meia Wagner é outro que pode negociar com qualquer equipe nesse momento. Ele deixou o Al Khor, do Catar. Com passagem importante pelo Cruzeiro e referência no título do Brasileirão do Fluminense em 2012, o jogador teve seu último contrato no Brasil com o Vasco, em 2018.

Guarín

Grande surpresa do Vasco na última temporada, o meia colombiano Fredy Guarín ainda está com futuro indefinido. Com pendências financeiras na equipe carioca, ele ainda não renovou seu contrato com o cruzmaltino, apesar de ter conversas adiantadas. Guarín está com 33 anos e se destacou para o futebol mundial após sua passagem pelo Porto, entre 2008 e 2012, e depois pela Inter de Milão.

Henrique

Quem ficou livre recentemente no mercado foi o zagueiro Henrique. Após deixar o Corinthians na última temporada para defender o Al-Ittihad Kalba, o defensor rescindiu no último dia 3 com a equipe dos Emirados Árabes. Ele estava em atividade. Fez sua última partida dia 23 de janeiro e pode chegar para jogar. Aos 33 anos, Henrique defendeu Coritiba, Palmeiras, Fluminense e o próprio Corinthians. 

Ralf

A chegada de Tiago Nunes ao Corinthians e seu estilo de jogo que exige mais saída de bola dos volantes acabou fazendo uma vítima: Ralf. Multicampeão pelo clube alvinegro, o atleta assinou sua rescisão em janeiro e ainda busca um novo clube. O jogador foi titular em muitos jogos da última temporada e ainda tem gás para comandar sistemas defensivos. Depois de ganhar projeção nacional pelo Grêmio Barueri, Ralf teve duas passagens pelo Corinthians, entre 2010 e 2015 e depois entre 2018 e 2019. Sua única experiência fora do País foi na China, onde atuou pelo Beijing Guoan. Ele tem 35 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.