Mercosul só sai com acordo, diz CBF

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, afirmou nesta quinta-feira ao término da reunião que divulgou a tabela do Campeonato Brasileiro de 2001, que a continuidade da Copa Mercosul dependerá de uma reunião a ser feita com a Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF) para que não haja a superposição de jogos tanto da Mercosul quanto da Libertadores e assim possam ser realizadas paralelamente. ?Entendo que o Brasil e Argentina devem ter regalias junto À CFS e juntos vamos lutar para mudar alguns desses critérios?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.