Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Mesmo após expulsão, Gil está liberado para jogar no domingo

Zagueiro do Corinthians recebeu cartão vermelho depois da derrota para o Atlético-MG, mas poderá enfrentar o Inter, no Beira-Rio

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 20h09

O zagueiro Gil, do Corinthians, foi expulso sem entrar em campo, depois do apito final na partida contra o Atlético Mineiro, na última quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Ele terá de cumprir suspensão no Campeonato Brasileiro, mas poderá jogar contra o Internacional, neste domingo, em Porto Alegre.

O artigo 171 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) diz que quando um atleta não puder cumprir suspensão na mesma competição, ele deve cumprir a punição em outra organizada pela entidade na partida subsequente.

Porém, esse artigo se refere a penas impostas pelo STJD e não a suspensão automática. Ou seja: enquanto não for julgado e punido pelo tribunal, Gil está liberado para jogar.

Neste caso, até agora, não há chance de o Corinthians ter problemas como aconteceu com o Flamengo, que perdeu quatro pontos no ano passado porque escalou o lateral-esquerdo André Santos irregularmente contra o Cruzeiro, na última rodada do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansGilBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.